Seminário on-line celebra 40 anos da Familiaris Consortio e os cinco anos da Amoris Laetitia

Para celebrar os 40 anos da Familiaris Consortio e os cinco anos da Amoris Laetitia, exortações apostólicas sobre a família dos Papas João Paulo II e Francisco, respectivamente, a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), promove o Seminário Alegria do Amor, de 3 a 7 de maio, de forma on-line, sempre às 20h.

O evento está com inscrições abertas e a participação é gratuita. O webinário abordará os aspectos eclesiológicos, morais e pastorais dos dois documentos que abordam a função da família cristã no mundo e a alegria do amor na família. Para se inscrever, acesse a página de inscrições.

Especialistas farão a exposição dos temas em palestras, com o objetivo de aprofundar a compreensão acerca da família e colaborar com as dioceses, paróquias, movimentos e serviços na reflexão e na aplicação das indicações dos documentos. Além disso, algumas famílias compartilharão suas experiências com a vivência da Amoris Laetitia.

Programação

No dia 3 de maio, o padre Rafael Fornasier, ex-assessor da Comissão Vida e Família da CNBB e atual vice-presidente e diretor da Seção Brasileira do Pontifício Instituto Teológico João Paulo II para o Matrimônio e Família, vai apresentar os aspectos eclesiológicos (doutrinais) das duas exortações apostólicas.

Na terça-feira, 4, será a vez do padre Rafael Solano discutir sobre os aspectos morais que os documentos apresentam. O presbítero da arquidiocese de Londrina (PR) é mestre e doutor em Teologia Moral. Já na quarta-feira, 5, o bispo auxiliar de Porto Alegre e doutor em Teologia Sistemática, dom Leomar Brustolin, abordará as questões pastorais.

No quarto dia do evento, 6 de maio, o bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão Vida e Família da CNBB, dom Ricardo Hoerpers, será acompanhado pelos outros dois membros da Comissão – dom Bruno Versari e dom Armando Gutierrez – e pelo casal coordenador nacional da Pastoral Familiar, Luiz e Khátia Stolf, em um debate sobre como a Familiaris Consortio e a Amoris Laetitia têm se cumprido na vida da Igreja.

Por fim, na sexta-feira,7, o arcebispo de Florianópolis (SC) e referencial da Pastoral Familiar no Regional Sul 4 da CNBB, dom Wilson Tadeu Jönck, vai debater sobre os principais pontos das palestras nos dias anteriores, além da importância para a família das figuras do pai e da mãe.





 

Ano Família Amoris Laetitia

A iniciativa integra o Ano Família Amoris Laetitia, que teve início em 19 de março, Dia de São José, e segue até 26 de junho de 2022, dia do X Encontro Mundial das Famílias, em Roma, com o Santo Padre. Os objetivos do Ano Família Amoris Laetitia anunciado pelo Papa Francisco são: difundir o conteúdo da exortação apostólica; anunciar que o sacramento do matrimônio é um dom; fazer da família protagonista da pastoral familiar; sensibilizar os jovens; e, ampliar o olhar e a ação da Pastoral Familiar.

A exortação apostólica Amoris laetitia, lançada em 2016, é fruto de dois sínodos sobre a família realizados nos anos de 2014 e de 2015. O documento possui nove capítulos que abordam questões sobre a palavra, a realidade, os desafios e a vocação das famílias, o amor no matrimônio, a fecundidade, a educação dos filhos, a espiritualidade, entre outros temas.

Confira mais informações sobre o Ano Família Amoris laetitia no hotsite.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.