Sede Matriz da CNBB é reinaugurada em Brasília após revitalização e modernização do espaço

Após dezoito meses de obras, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reinaugurou a sede matriz, em Brasília. Construído em 1973 e inaugurado em 15 de novembro de 1977, o prédio que abriga todo o aparato administrativo da Conferência, salas de reuniões, acomodação para os bispos e assessores ainda não tinha passado por uma grande reforma estrutural e de modernização. Apenas a capela Nossa Senhora Aparecida foi reformada em 2002, por ocasião dos 50 anos da entidade, e a readaptação do auditório Dom Helder Câmara, dez anos depois.

Segundo o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, a reforma trouxe a modernidade e a tecnologia para a sede.

“É o mesmo prédio e é um outro prédio. Aí que está a criatividade e a beleza do arquiteto, o trabalho de dom Leonardo, que manteve a identidade histórica deste prédio e deu a ele acompanhar o processo de evolução, principalmente no âmbito da tecnologia”, destacou.

Com a obra, as marcantes colunas de concreto na transversal, que moldam a fachada do prédio sede da CNBB continuam as mesmas. Ao conjunto, foram adicionadas duas novas duplas de bases, mas com uma textura diferente daquela que sugere a sobreposição de blocos menores. Ao lado da nova cor e do revestimento de vidro, estas são as primeiras impressões de quem vê o prédio reformado da CNBB, no Setor de Embaixadas Sul.

Soma-se a estas mudanças a ampliação do bloco com duas extensões nas extremidades, o que significou ainda mais robustez e generosidade no espaço que vai abrigar o Secretariado Geral de uma das maiores conferências episcopais do Mundo. O interior do prédio também foi todo modernizado.

A antiga área descoberta do pátio no interior do prédio ganhou uma coberta moderna, com telhas brancas que intercalam um acrílico transparente, o que permite uma boa iluminação. A sede matriz, agora ampliada e reformada, conta com novos espaços. Propostas inéditas ou realocações, novidades que agregam ainda mais valor ao local de serviço à Igreja no Brasil e de trabalho para os colaboradores.

Novos espaços:

Memorial
Com a proposta de expor peças importantes que fazem parte da história da CNBB ou que representam a relevância da instituição na sociedade, como medalhas comemorativas, foi construído um espaço que vai abrigar o Memorial da CNBB. Em toda a extensão da lateral até o fundo voltado para a L2 Sul, estarão dispostos ainda o escritório do Centro de Documentação e Informação, a biblioteca e o arquivo.

Sala de videoconferência
No primeiro piso, próximo ao Departamento Social, um espaço poderá receber cerca de dez pessoas para reuniões e videoconferências.

Lojinha da Edições CNBB
A loja da Edições CNBB estará localizada, após a mudança, no espaço antes conhecido como “castelinho”. Ali funcionou até 2017 a sede da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP). As novas instalações serão mais amplas e com acesso facilitado.

Sala de Imprensa
Para os profissionais de imprensa que visitam a CNBB para cobertura de eventos e entrevistas coletivas, foi montada uma sala externa para os receber. Com pontos de energia, terá capacidade para cerca de 30 jornalistas e está localizada na nova ala direita do prédio, no térreo.

Sala da Assessoria de Imprensa (estúdio)
A sala que abriga a Assessoria de Imprensa foi transferida para a nova ala do prédio e fica na parte superior ao estúdio de rádio e TV, no subsolo. Antes uma pequena sala dentro do escritório da imprensa, o novo estúdio é bastante amplo, com uma sala para armazenamento de equipamentos e uma sala de controle (switch).

Fotos: CNBB/Daniel Flores

O post Sede Matriz da CNBB é reinaugurada em Brasília após revitalização e modernização do espaço apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.