São Maximiliano Kolbe: o mártir da caridade

O amor e o zelo por Maria são a principal característica de São Maximiliano Maria Kolbe cuja memória é celebrada pela Igreja nesta quarta-feira, dia 14 de agosto, data em que ele foi morto pelo nazismo.

Filho de uma família de operários profundamente religiosos, nasceu na Polônia, dia 8 de janeiro de 1894. Ainda na juventude, aos 13 anos de idade ingressou no Seminário franciscano da Ordem dos Frades Menores Conventuais. Ainda no colégio, fundou o apostolado mariano “Milícia da Imaculada”.

“São Maximiliano é um homem extraordinário. Foi um grande devoto da mãe de Deus, um profundo amor à Nossa Senhora. Razão pela qual, o movimento que ele incentivou, que levou a diante, do seu apostolado mariano chama-se Milícia da Maria Imaculada. Esse é um grande movimento, uma grande espiritualidade que provém da vida, pessoa de são Maximiliano”, destaca o bispo da diocese de Rondonópolis–Guiratinga, dom Juventino Kestering, em entrevista à Rede Milícia Sat.

Ordenado sacerdote em 1918, em Roma, São Maximiliano lecionou no Seminário franciscano de Cracóvia. Em 1939, no início da Segunda Guerra Mundial, quando tropas nazistas tomaram a Polônia, padre Kolbe foi preso duas vezes.  De acordo com dom Juventino, São Maximiliano foi vítima da guerra e foi deportado pelos nazistas para Auschwitz e morto com uma injeção venenosa dia 14 de agosto de 1941.

“Ele foi morto porque assumiu o lugar de um pai de família que foi condenado a morte pelo nazismo pelo ato de represália pala fuga de um prisioneiro do campo de concentração. Maximiliano fortalecia e consolava os outros condenados”, disse

Beatificado em 1971 e canonizado pelo papa João Paulo II em 1982 como mártir da caridade, São Maximiliano Maria Kolbe, também foi um grande incentivador da comunicação e seu carisma permanece vivo também por meio da rede Milícia Sat.

“Agradeço todo testemunho, toda vida, em prol da comunicação, em prol da devoção à Nossa Senhora, em prol da humana e da dignidade humana, da evangelização e da fé que a Milícia da Maria Imaculada faz nesse Brasil e no mundo”, ressaltou dom Juventino.

A cerimônia de canonização contou com a presença do sobrevivente Francisco Gajowniczek.

Com informações da Rede Milícia Sat e Pia Sociedade Filhas de São Paulo Paulinas e Rádio

O post São Maximiliano Kolbe: o mártir da caridade apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.