Quaresma e o tema da conversão e da fé – III

Dom Aloísio Alberto Dilli
Bispo de Santa Cruz do Sul

 

Caros diocesanos. A quaresma vai adiantada e a Páscoa está próxima. Hoje continuaremos nossa reflexão sobre o tema da conversão e da fé, a partir da Palavra de Deus do quinto domingo do Ano C, cujo Evangelho dá destaque à conversão da Mulher adúltera, e seguiremos para a Semana Santa, ponto alto do Ano Litúrgico.

  • Quinto Domingo da Quaresma: Na primeira leitura (Is 43, 16-21) o profeta Isaías, que viveu o exílio da Babilônia, reaviva a frágil esperança do seu povo com o anúncio da libertação. Será semelhante à do Êxodo, mas terá grande novidade, deixando transparecer um nítido caráter messiânico, que fará o povo louvar o Senhor por suas maravilhas.

Na segunda leitura (Fl 3, 8-14) São Paulo, conquistado por Cristo e deixando o resto como lixo, deseja conhecê-lo com todas as suas forças e tornar-se semelhante a Ele no sofrimento e na morte, com a esperança de chegar à ressurreição. O apóstolo, esquecendo do que fica para trás (conversão), avança qual atleta, vislumbrando um longo caminho a percorrer, mas possível, com fé e perseverança.

No Evangelho (Jo 8, 1-11), reconhecido como de estilo lucano, Jesus está novamente em contraste com os escribas e fariseus, que se orientam pela aplicação da lei: apedrejar a mulher apanhada em adultério. Jesus adota outra solução: o perdão. Contudo, o texto acrescenta: “Vai, e de agora em diante não peques mais” (Jo 8, 11). As palavras de Jesus mostram que o perdão é gratuito, mas também exigente. Há misericórdia com o pecador, mas não indiferença em relação ao pecado. O pecador perdoado deve buscar o Senhor com todas as suas forças.

  • Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor: O Evangelho do rito da Bênção dos Ramos narra a entrada de Jesus em Jerusalém, segundo os sinóticos (Mateus, Marcos, Lucas), nos respectivos anos A, B e C. As duas primeiras leituras da missa são iguais nos três anos. Os Evangelhos narram a Paixão e Morte de Jesus Cristo, segundo a versão sinótica nos anos A, B, e C, respectivamente.

A primeira leitura (Is 50, 4-7) apresenta o Servo de Javé, com as seguintes características: o profeta escuta a Palavra de Deus e dirige uma palavra aos abatidos; ele confia em Deus que não o deixará confuso; sabe que o sofrimento e a glorificação estão juntos.

A segunda leitura (Fl 2, 6-11) descreve os gestos humildes do Servo de Javé (Cristo) e a resposta de Deus: entrega voluntária como servo e humilhação na obediência até a morte de cruz; e a exaltação máxima do nome e a submissão de todo universo a Cristo.

O Evangelho do ano litúrgico em curso narra a Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, manifestação do amor infinito de Deus por nós. Sua morte não termina no sepulcro, mas conduz à manhã da ressurreição. Sua nova vida é a de todos os cristãos, seus seguidores.

Desejamos frutuosa Semana Santa para todos e que a Luz do Ressuscitado brilhe em todos nós, qual vela acesa no Círio Pascal.

 

 

O post Quaresma e o tema da conversão e da fé – III apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.