Papa Angelus: as tentações a Jesus são ilusões de obter o sucesso e a felicidade

As tentações representam “a ilusão de poder obter o sucesso e a felicidade”. Estas são palavras do papa Francisco no Angelus no domingo, 10/03, na praça São Pedro, comentando o Evangelho do dia sobre as tentações às quais Jesus é submetido no deserto. “As três tentações indicam três caminhos que o mundo sempre propõe, prometendo grandes sucessos: a ganância de possuir, a glória humana, a instrumentalização de Deus”, disse o Papa.

“São esses os caminhos que são colocados diante de nós, com a ilusão de poder alcançar o sucesso e a felicidade, enfatizou Francisco. “Mas, na realidade, esses caminhos são completamente estranhos ao modo de agir de Deus; na verdade, eles nos separam d’Ele, porque são obras de Satanás”.

Falando da ganância de possuir, o Papa explicou que “esta é sempre a lógica insidiosa do diabo. Ele parte da natural e legítima necessidade de se alimentar, de viver, de realizar-se, de ser feliz, para nos impulsionar a acreditar que tudo isso é possível sem Deus, ou melhor, até mesmo contra Ele”.

Sobre a segunda tentação, a glória humana, Francisco sublinhou o risco de “perder toda a dignidade pessoal”, deixando-se” corromper pelos ídolos do dinheiro, do sucesso e do poder, para alcançar a autoafirmação. Prova-se a emoção de uma alegria vazia que logo desaparece. Por isso Jesus responde: “Adorarás­ o Senhor teu Deus e só a ele prestarás culto”’”.

Sobre a instrumentalização de Deus, o Santo Padre explicou, que se trata da tentação “de querer puxar Deus para o nosso lado’, pedindo-lhe graças que na realidades servem para satisfazer o nosso orgulho”.

“Jesus, enfrentando pessoalmente essas provações, vence por três vezes as tentações para aderir plenamente ao plano do Pai. E nos mostra os remédios: a vida interior, a fé em Deus, a certeza de seu amor. Portanto, aproveitemos da Quaresma, como tempo privilegiado para nos purificarmos, para experimentarmos a presença consoladora de Deus em nossa vida”.

O Papa então concluiu sublinhando:
“ Jesus ao responder ao tentador, não entra em diálogo, mas responde aos três desafios somente com a palavra de Deus. Isto nos ensina que com o diabo não se dialoga, não devemos dialogar, somente se responde a ele com a palavra de Deus. ”

Depois de saudar as famílias, aos grupos paroquiais, às associações e a todos os peregrinos que vieram da Itália e de diversos países, o Santo Padre desejou a todos que o “caminho quaresmal, recentemente iniciado, seja rico de frutos”. Pediu ainda uma recordação na oração por ele e seus colaboradores da Cúria Romana, que nesta noite iniciam a semana de Exercícios Espirituais.

O post Papa Angelus: as tentações a Jesus são ilusões de obter o sucesso e a felicidade apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.