Padres renovaram as Promessas Sacerdotais na Missa do Crisma

Na manhã deste sábado, dia 15 de maio, os bispos e padres da Arquidiocese de Salvador participaram da Missa do Crisma e da Renovação das Promessas Sacerdotais, realizada na Catedral Basílica de Salvador, localizada no Terreiro de Jesus. A solenidade foi presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha. “Trata-se de uma ocasião muito especial para a renovação da nossa vida, da nossa missão. Peço ao Senhor da Igreja e Pastor do rebanho que cada um de nós possa experimentar em nossa vida a Sua misericórdia, a alegria do Evangelho, a graça de sermos discípulos de Jesus, também nos momentos de provação, como nesse tempo tão sofrido da pandemia”, disse o Cardeal.

Ordinariamente, a Missa do Crisma acontece na manhã da Quinta-feira Santa, por ser o dia em que a Igreja celebra a Instituição da Eucaristia. Contudo, este ano, em virtude da pandemia ocasionada pela COVID-19, esta celebração que reúne todo o clero precisou ser adiada e, ainda assim, aconteceu com o número reduzido de sacerdotes em atenção às orientações dos órgãos de saúde e dos decretos municipal e estadual.

A Missa do Crisma é marcada por dois grandes gestos. Um deles é a renovação das Promessas Sacerdotais e o outro é a bênção e a consagração dos óleos que são utilizados nos ritos dos sacramentos do Batismo, Crisma, Ordem e Unção dos Enfermos, além da consagração e da dedicação de altares e Igrejas, ao longo do ano.

Logo no início da homilia, Dom Sergio falou sobre a misericórdia e o amor de Deus. “Certamente, temos muitos motivos para louvar o Senhor pelo Seu amor misericordioso. Nós, com certeza, temos experimentado, a cada dia, a misericórdia e a graça de Cristo. Nós reconhecemos na sinceridade de coração como é grande o Seu amor por nossa vida, a vida da Igreja e, hoje, de modo especial, nós expressamos o nosso louvor e a nossa ação de graças pelos santos óleos que serão abençoados para a administração dos sacramentos e pelo dom do sacerdócio, agradecendo a Deus por cada um dos nossos padres, rezando por eles, nesta ocasião da renovação das Promessas Sacerdotais”, destacou.

O Cardeal animou os sacerdotes a serem firmes e perseverantes na vocação e na missão para as quais foram chamados. “Cada sacerdote, na sua ordenação, é ungido pelo Espírito, é enviado para participar desta missão, que é de Cristo, e por Cristo confiado à Igreja. A tarefa que temos é imensa. Muita gente sofrida, especialmente nesse tempo da pandemia, necessitada da liberdade e da luz de Cristo, da consolação e da paz. Os pobres esperam pelo anúncio da Boa Nova, os doentes necessitam de cura, os que sofrem com a violência e com tantos outros problemas sociais anseiam pela justiça e a paz do Senhor”, disse.

Após a homilia, os padres renovaram as promessas que foram feitas no dia da Ordenação Presbiteral. “A renovação da vida sacerdotal, a renovação das Promessas Sacerdotais, embora de cunho pessoal, acontece de forma comunitária, com o clero reunido com os bispos ao redor do altar. Esse gesto que acontece a cada ano não é um simples rito, tem um significado profundo, cada padre renova as suas promessas sacerdotais com os seus irmãos no sacerdócio e com o bispo. Renova os compromissos sacerdotais diante do altar, que é a fonte, o sustento do sacerdócio; renova as Promessas Sacerdotais contando com os fiéis, reunidos e unidos em oração, com os cristãos leigos e leigas que têm um papel tão importante na Igreja. Portanto, para reavivar o dom de Deus recebido na Ordenação, precisamos sempre desse olhar: para o altar, para o presbitério e para o povo, a comunidade. E este olhar deve se repetir a cada dia, para que todos possam experimentar, sempre mais, a alegria de ser discípulo do Senhor, de ser sacerdote do Senhor na Sua Igreja”, asseverou o Cardeal.

Entre os sacerdotes presentes estava, pela primeira vez, o vigário da Paróquia São João Evangelista (Mussurunga), padre Raphael Mandu. “Este momento de comunhão com os irmãos no sacerdócio significa sair de si, ir além de si. O mais interessante para um religioso estar na Missa dos Santos Óleos é ter a capacidade de ter em si e com o outro a comunhão na mesma Igreja. Ser religioso, ser diocesano, é estar em comunhão, é saber respirar o mesmo Cristo, comungar o mesmo Cristo e anunciar a mesma Palavra”, afirmou.

Para o pároco da Paróquia Santíssima Virgem Maria de Nazaré, a renovação das Promessas Sacerdotais é o momento de reafirmar a fidelidade a Deus. “Além da gente recordar o momento no qual nós, diante do nosso bispo, firmamos e agora reafirmamos o nosso compromisso, a nossa fidelidade. A gente diz “sim” várias vezes. A gente sabe que diante das nossas limitações e diante das nossas fraquezas, o que compete a nós é renovar. A renovação significa que nós não estamos prontos, estamos todos os dias nos aprontando, por isso que é bonito fazer essa celebração, dizer “sim” sempre, mesmo que seja uma vez por ano”, disse.

Os santos óleos

Em seguida, três ânforas contendo azeite de oliva foram conduzidas por diáconos até o altar. O óleo dos catecúmenos – usado no Batismo – e o da Unção dos Enfermos foram abençoados. O óleo do Crisma foi consagrado e recebeu uma porção de bálsamo, um perfume delicado. Esse óleo é utilizado nas unções consacratórias do Batismo (quando o batizado é ungido na fronte, após a imersão nas águas), da Confirmação (também na fronte), da Ordenação Episcopal (sobre a cabeça do novo bispo) e da Ordenação Sacerdotal (na palma das mãos do neo-sacerdote). Também é utilizado em outros ritos, como na dedicação de uma Igreja e na consagração de um altar.

Ao fim da Celebração Eucarística, o coordenador da Pastoral Presbiteral e Fundo Arquidiocesano de Solidariedade do Clero, padre Anastácio Gilberto de Jesus proferiu uma mensagem aos sacerdotes. “Que bonito ver em cada padre um pai para a sua comunidade paroquial, de modo especial neste tempo difícil que estamos vivendo da pandemia do novo coronavírus. Obrigado, meus irmãos, pelo nosso testemunho, por amor a Jesus Cristo”, disse.


























































Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.