O amor e a ternura do Crucificado nos dão a vida!

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos  (RJ)

 

A Sexta-feira Santa da Paixão do Senhor, primeiro dia do Tríduo Pascal, é um forte momento de reflexão e serena esperança. Dia de adoração do lenho sagrado que, como a árvore da vida, fez nascer a comunidade Igreja do lado aberto do Crucificado. Fazer memória deste dia, não nos deve levar a um dolorismo, ou a sentimentos periféricos, mas, sim, a compreender e inserir-nos no drama da salvação, confirmando nossa opção por Cristo.

Com a contemplação joanina da Paixão, proclamada neste dia, temos diante de nós a realeza da verdade, o juízo do sacerdote pastor, que vem reunir a humanidade no seu Reino de misericórdia. Percebemos que o caminho do calvário é ascensional e revela a compaixão redentora de um Deus que morre para nos dar vida plena.

As lamentações entoadas neste ofício nos instigam à reparação e a dar-nos conta do terrível preço do pecado. Como nos doem as palavras zombadoras dos trocistas ao pé da Cruz, dos passantes, das autoridades, e do maleante revoltado ao lado do Senhor, no entanto, também hoje, parece acontecer em certas manifestações da cultura, um desrespeito e um ódio profanador à imagem de Cristo.

Não podemos esquecer, na oração universal de intercessão por todas as nações, povos, a solidariedade com milhares de crucificados, já seja por seguirem a fé cristã, ou por serem despojados totalmente da sua dignidade humana: explorados, traficados e condenados à fome e à morte.

Que a Santa Cruz nos encoraje a sermos mais coerentes, determinados, e fiéis no seguimento de Jesus, testemunhas firmes do seu Reino, que não vacilem em entregar-se pelos pobres e imitando o cordeiro manso e humilde, tornando-se, assim, sinais de resgate e libertação. Que, neste dia, sejamos cada vez mais apaixonados por Cristo, lembrando, como dizia São Paulo: “Ele morreu por mim!” Concluímos, afirmando com São Paulo da Cruz: “A paixão de Cristo é a obra mais maravilhosa e estupenda do amor de Deus!” Louvor e Glória a Ti Senhor!

 

O post O amor e a ternura do Crucificado nos dão a vida! apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.