Igreja no Brasil

Outubro da Mãe e das Crianças

A devoção a Nossa Senhora Aparecida teve início em São Paulo. Tudo começou quando, em outubro de 1717, a Câmara de Guaratinguetá determinou que os pescadores entregassem todos os peixes que pescassem para o almoço em homenagem ao conde Assumar, governador de Minas Gerais e São Paulo, que estava de passagem por aquela cidade. Lançadas as redes no Rio Paraíba, porém, os pescadores nada conseguiram pescar.

Já estavam desistindo, quando, numa última tentativa, a rede trouxe uma pequena imagem sem a cabeça. Lançada outra vez, a rede recolheu a cabeça da imagem de Nossa Senhora da Conceição, de face negra. Depois disso, os pescadores obtiveram uma pesca tão abundante que os barcos quase afundaram com o peso dos peixes.

Após um longo trajeto, em 1929, no encerramento do Congresso Mariano, Nossa Senhora Aparecida foi oficialmente declarada Rainha do Brasil e, em 31 de maio de 1931, além de rainha, padroeira do país.

Para zelar pela imagem de Nossa Senhora Aparecida e propagar a sua devoção, os  missionários redentoristas, que chegaram a Aparecida em 1894, criaram a Rede Aparecida de Comunicação, cuja programação da rádio – que completou 67 anos em setembro último – é transmitida pela Rede Excelsior, de segunda a sexta, a partir das 22h, aos sábados, a partir das 20h e, aos domingos, a partir das 19h.

Em diversos países, o Dia das Crianças é celebrado em datas diferentes da escolhida no Brasil para homenaegar os pequenos: 12 de outubro. Essa data foi sugerida por um deputado federal chamado Galdino do Valle Filho, após a realização do 3º Congresso Sul-Americano da Criança, na cidade do Rio de Janeiro, no ano de 1923. Motivado pelo evento, no ano seguinte, o deputado propôs a criação de uma lei federal para instituir um dia dedicado às crianças, aprovada pelo então presidente da República, Arthur Bernardes, que instituiu a comemoração em 5 de novembro de 1924.

Na Família Excelsior a criança também tem um espaço especial. No ar todo sábado, às 10h, Tio Paulinho dá seu recado através da Excelsior FM 106.1, no programa “Diga Aí Tio”.

“O Diga Aí Tio é um programa dedicado às crianças baianas. Selecionamos sempre, como tema, assuntos de interesse do universo infantil. Como temos a criança como razão do programa, a família está sempre presente. E a Rádio Excelsior, por ser uma rádio família, tem um papel muito relevante e conexo com o nosso objetivo, que é de formar ouvintes mirins, que usualmente não ouvem rádio, transformando-os em futuros ouvintes fidelizados, com mais senso crítico e cidadania”, explica Tio Paulinho, que agradece à Excelsior pela parceria. “Que Deus sempre nos abençoe”, pede ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *