Arquidiocese de SalvadorIgrejaNotíciasParóquias e Igrejas

Arquidiocese de Salvador decreta a criação dos primeiros santuário e paróquia do mundo dedicados à Santa Dulce dos Pobres

Santuário da Imaculada Conceição da Mãe de Deus passou a se chamar Santuário Arquidiocesano Santa Dulce dos Pobres

Milhares de fiéis passaram a noite em vigília, no Santuário da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, no Largo de Roma, à espera do momento em que poderiam comemorar a canonização de Irmã Dulce. A vigília teve início às 22h do dia 12 de outubro, com Missa presidida pelo bispo auxiliar, Dom Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida, e seguiu até às 5h com momentos de louvor, pregação, animação e adoração ao Santíssimo Sacramento.

“A santidade de Irmã Dulce é algo que é colocado nela, pela graça de Deus, desde o momento do Batismo. Apenas ela, na sua liberdade, cooperou plenamente com essa graça. E isso o que a Igreja hoje, em todo o universo, reconhece: que ela, abrindo o seu coração, a sua liberdade e a sua humanidade, entregando-se totalmente na sua miséria e na sua pobreza, permitiu com que a graça de Deus revelasse nela todo o valor, toda a glória e toda a força do poder da morte e da ressurreição do Senhor”, afirmou Dom Marco.

Assim que Irmã Dulce foi elevada, como Santa, à honra dos altares, Dom Marco leu o Decreto que confere ao Santuário o título de Santuário Arquidiocesano Santa Dulce dos Pobres [Clique aqui]. “Com a mudança no nome do santuário, a gente vai viver agora o que a gente viveu a vida toda. Este santuário foi colocado em nome de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, por uma questão de o santuário não poder ter o nome de uma beata.  Só uma santa, que é universalmente conhecida, poderia trazer o nome. Hoje é um dia muito feliz e este decreto é proclamado e aquele que sempre foi chamado pelo povo de Santuário de Irmã Dulce passa a ser Santuário Santa Dulce dos Pobres”, disse Dom Marco.

Relíquia de primeiro grau foi entronizada na primeira paróquia do mundo dedicada á Santa Dulce dos Pobres

No bairro do Saboeiro, onde foi criada a primeira paróquia do mundo dedicada à Santa Dulce dos Pobres, o Decreto foi lido às 7h30 pelo vigário forâneo, padre Carlos Agusto, em Missa presidida pelo bispo auxiliar, Dom Estevam dos Santos Silva Filho [Clique aqui]. Os fiéis que lá estavam desde às 4h30 também comemoraram a criação. “Nós queremos homenagear esta santa baiana, amiga de todos os baianos. A leitura do decreto significa que, a partir de agora, a Arquidiocese de São Salvador da Bahia já tem uma paróquia dedicada à Santa Dulce dos Pobres”, afirmou Dom Estevam.

Após a leitura do Decreto, uma relíquia da Santa Dulce dos Pobres foi entronizada. “As relíquias de primeiro grau são fragmentos de uma parte do corpo, neste caso dos ossos da Santa Dulce dos Pobres. As Igrejas, desde o início, já tinham  essa tradição. É uma forma de dizer: ‘nós estamos muito próximos deste santo ou dessa santa’, e aqui em Salvador, onde tanta gente foi muito próxima de Irmã Dulce, é muito bonito e simbólico ter essa relíquia aqui, nesta primeira paróquia do mundo dedicada à Santa Dulce dos Pobres”, explicou Dom Estevam

Para conduzir as atividades paroquiais, o pároco da Paróquia Ceia do Senhor e Santo André Apóstolo, Lafaiete Santana de Sá, tomou posse, temporariamente, como administrador paroquial. Em breve, o padre Márcio Augusto Silva de Souza será nomeado como o primeiro pároco da Paróquia Santa Dulce dos Pobres.

Texto e fotos: Sara Gomes

 

O post Arquidiocese de Salvador decreta a criação dos primeiros santuário e paróquia do mundo dedicados à Santa Dulce dos Pobres apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados