Na segunda reportagem da série ‘São José na Igreja no Brasil’, histórias centenárias e a devoção ao santo no regional Leste 2

Na segunda reportagem da série ‘São José na Igreja no Brasil’, que celebra o “Ano de São José” convocado pelo Papa Francisco com a Carta apostólica “Patris corde – Com coração de Pai”, publicada por ocasião dos 150 anos da declaração do Esposo de Maria como Padroeiro da Igreja Católica, o portal da CNBB traz a devoção ao santo no Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que abrange os estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

A convocação do ano especial, que teve início no dia 8 de dezembro de 2020 e será celebrado até 8 de dezembro de 2021, é um chamado de Francisco para que os católicos conheçam melhor o pai adotivo de Jesus e a sua importância no plano salvífico de Deus.

Segundo o Vatican News, a tradição cristã sempre teve uma especial atenção à importância do sim de Maria, mas nem sempre reconheceu com a mesma consciência a importância do sim de José, o carpinteiro de Nazaré, a quem Maria estava prometida em casamento.

“Foi crucial a aceitação de José para que o plano da Salvação de Deus pudesse ser realizado. A Sagrada Escritura não esconde as dificuldades pessoais que São José precisou enfrentar ao receber o anúncio de que sua futura esposa, sem ter contato com homem algum, estava grávida”, destaca o Vatican News.

São José na Igreja de Minas Gerais

Em Minas Gerais, há mais 120 anos na rua dos Tupis, 164 – Centro de Belo Horizonte (MG) era instalada a Igreja de São José, uma das mais antigas da cidade. A paróquia foi criada em 27 de janeiro de 1900, por dom Silvério Gomes Pimenta, e entregue aos Missionários Redentoristas para o seu cuidado pastoral.

Divulgação Santuário São José (MG)

De acordo com a arquidiocese, a paróquia de São José é lugar privilegiado de religiosidade, cultura, manifestações e encontros na cidade de Belo Horizonte, que possui outras 11 igrejas dedicadas ao santo.

Em todo o estado de Minas, que possui sete (7) arquidioceses e 21 dioceses, São José é padroeiro de 93 paróquias. A segunda maior concentração de igrejas dedicadas ao santo é na arquidiocese de Mariana com 10 paróquias, seguido pela diocese de Guaxupé com 8, arquidiocese de Pouso Alegre e diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, ambas com 6 paróquias. As demais possuem entre 5 e 1 igreja dedicada ao pai adotivo de Jesus.

No dia 19 de março deste ano, um capítulo especial foi escrito na história da centenária Igreja São José no centro de BH. O templo foi solenemente elevado a Santuário Arquidiocesano São José. A celebração foi presidida pelo arcebispo de BH e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Na homilia, dom Walmor destacou os 150 anos de reconhecimento do santo como patrono da Igreja e ressaltou a obediência do pai adotivo de Jesus. “Em gesto de bondade e de respeito, São José tudo fez para salvar a vida de Maria e do seu Filho amado, oferecendo-se por amor. Este deve ser o nosso caminho, a nossa escola, tudo fazer por amor”, disse.

Foto: Catedral São José, Ituiutaba

Padroeiro da Diocese de Ituiutaba (MG)

Há quase 600 km da capital dos mineiros, a diocese de Ituiutaba que fica no Triângulo Mineiro, tem como padroeiro São José. A diocese foi criada em 16 de outubro de 1982 pelo Papa João Paulo II com território desmembrado da Arquidiocese de Uberaba e da Diocese de Uberlândia.

A história de Ituiutaba tem suas raízes em São José. De acordo com o portal da prefeitura municipal, no local onde fica a catedral dedicada ao santo surgiu a primeira capela erguida às margens do Córrego Sujo em 1832. O primeiro nome do lugar foi Arraial de São José do Tijuco. Segundo o portal, em 1833 chegou o primeiro capelão, Padre Francisco de Sales Souza Fleury.

São José na Igreja do Espírito Santo

Foto: Paróquia São José, em Vitória (ES)

O estado do Espírito Santo também faz parte do Regional Leste 2 da CNBB com arquidiocese de Vitória e suas outras três dioceses: Colatina, São Mateus e Cachoeiro de Itapemirim. Nesta circunscrição eclesiástica, São José é padroeiro de seis paróquias na arquidiocese de Vitória, duas na diocese de Cachoeiro de Itapemirim e uma na diocese de Colatina.

As duas igrejas mais antigas dedicadas ao pai adotivo de Jesus no Espírito Santo são a paróquia São José, no município de Fundão, criada em 1953 e a paróquia São José, na capital criada em 1962.

Ao todo, o Regional Leste 2 da CNBB conta com 105 paróquias dedicadas a São José nas oito (8) arquidioceses e nas 21 dioceses do regional, que é presidido pelo bispo de Divinópolis (MG), dom José Carlos de Souza Campos.

Com informações da ascom do Regional Leste 2 da CNBB
Arquidiocese de Belo Horizonte(MG)
Arquidiocese de Vitória(ES)
Diocese de Ituiutaba(MG)


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.