“Escutemos o Grito que vem do Rio Juruá”, afirma Francisco Lima

O processo do Sínodo para a Amazônia tem sido de muita riqueza e esperança, e deve levar os povos da região a refletir e tentar assumir novas dinâmicas, novos caminhos, uma atitude que vai sendo assumida nos diferentes cantos. No Rio Juruá, que faz parte da Prelazia de Tefé se encontra a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, que recentemente refletia sobre o Sínodo, com a orientação de Francisco Lima, secretário-executivo do regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e assessor da REPAM-Brasil.

A assembleia foi momento para mostrar como o Evangelho deve ser inculturado na vida do povo e as celebrações, na medida em que mostram a vida cotidiana, são instrumento que ajuda a descobrir melhor a presença de Deus. Isso apareceu, segundo Francisco Lima, em um “ambiente todo preparado de forma amazônica, com canoa, frutos, e flores, um altar feito com um tronco de árvore com uma taboa onde as mulheres ribeirinhas lavam suas roupas”.

Confira a notícia na íntegra.

O post “Escutemos o Grito que vem do Rio Juruá”, afirma Francisco Lima apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.