Comissão para o Ecumenismo da CNBB faz balanço dos últimos 4 anos

A Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aponta, a seguir, um balanço com destaque para os principais marcos de sua caminhada no último quadriênio.  Antes, contudo, é importante lembrar que a Comissão tem como missão de promover a unidade dos cristãos e o diálogo Inter-religioso no âmbito da Igreja Católica no Brasil, conforme as orientações do magistério e em atenção ao cenário religioso do país.

O bispo emérito de Barra do Piraí-Volta Redonda (RJ), dom Francisco Biasin, presidente da Comissão, destaca a realização de formações como simpósios, conferências e cursos em nível nacional, regional e diocesano, com o objetivo de animar e motivar discípulos missionários envolvidos com a causa ecumênica e inter-religiosa. Segundo ele, estas formações  evidenciaram a transversalidade da dimensão dialogal em todas as cinco Urgências apontadas pelas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil.

A Comissão ainda destaca o crescente interesse das Igrejas particulares na realização da Semana de Oração pela Unidade Cristã e a rearticulação de algumas Comissões de Diálogo bilateral, especialmente a Comissão bilateral católico-luterana.

A realização da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2017, cujo tema “Biomas brasileiros e a defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15), é outro destaque apresentado pela Comissão. “Marco fundamental para o avanço da caminhada ecumênica no Brasil, em consonância com a Encíclica ‘Laudato Si’ do Papa Francisco”, disse.

Em agosto de 2017, foram comemorados os 70 anos do Conselho Mundial de Igrejas (CMI). Apesar dos percalços, segundo o presidente da Comissão evidenciaram-se inúmeros motivos para agradecer a Deus pela existência do CMI e se renovou o empenho para que sua trajetória rumo à unidade seja mais fortalecida. “Sem sombra de dúvida, as atividades que mais se destacaram nesse quadriênio giraram em torno da Celebração comemorativa dos 500 anos da Reforma, nos anos 2016-2017”, apontou.

A comissão aponta que os estudos do documento “Do conflito à comunhão”, da Comissão bilateral católico-luterana, se espalharam em várias dioceses, regionais, institutos e faculdades. Também na 54ª Assembleia Geral da CNBB, realizada em 2016, foram apresentados, pelo pastor presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Nestor Freidrich, os conteúdos e desafios desse valioso documento.

Em setembro de 2017, em sintonia com o Ano Nacional Mariano celebrado pela Igreja Católica em ocasião dos 300 anos de Aparecida, a Comissão promoveu um Simpósio Mariológico intitulado: “Apresentação do Comentário de Martín Lutero sobre o Magnificat, na ótica católica e luterana”.

No mesmo período, coroando as várias iniciativas que recordaram os 500 anos da Reforma, inspirados no ato do papa Francisco e do presidente da Federação Luterana Mundial, bispo Munib A. Younan, em Lund, Suécia, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e a Igreja Católica Apostólica Romana, realizaram uma Celebração Ecumênica na Catedral Metropolitana de Porto Alegre (RS). “Foi um momento oportuno para recordar publicamente a caminhada que luteranos e católicos têm realizado a favor do diálogo ecumênico”, reforça.

E em junho de 2018, foram comemorados os 45 anos da Coordenadoria Ecumênica de Serviços (CESE), braço diaconal do ecumenismo, com seus pequenos projetos na garantia de direitos dos grupos e povos mais vulneráveis de nossa sociedade.

Nesse quadriênio, a Comissão viu crescer iniciativas de diálogo no campo pentecostal e neo-pentecostal que culminaram com o último simpósio intitulado “O Espírito e a Igreja: perspectivas de diálogo católico-pentecostal”, realizado de 1º a 3 de fevereiro de 2019.

Dom Biasin louva a Deus pela caminhada realizada, sem deixar de agradecer ao papa Francisco pelo grande incentivo que tem dado, em palavras e gestos proféticos, para manter viva a dimensão ecumênica e o diálogo inter-religioso em todo corpo eclesial, indispensáveis para a construção da paz.

O post Comissão para o Ecumenismo da CNBB faz balanço dos últimos 4 anos apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.