CNBB

Pastoral Carcerária Nacional quer impedir fim do serviço presencial da assistência religiosa nos presídios brasileiros proposta pelo Departamento Penitenciário Nacional

Uma carta aberta em repúdio será enviada ao Departamento Penitenciário Nacional contra a proposta de substituir a assistência religiosa presencial por “sistemas fechados de áudio na forma de rádios ecumênicas”. A decisão do órgão é considerada uma lesa ao direito de assistência religiosa e também pode comprometer o que está estabelecido no Acordo Brasil-Santa Sé
Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados