CNBB

Tu és Pedro

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

 

         A Igreja celebra neste dia 22 de fevereiro, a Festa da Cátedra de São Pedro, Apóstolo. O sinal da cadeira simboliza a autoridade, o ensinamento. Daí vem também a Igreja Catedral (onde está a Cátedra do Bispo). A festa de hoje rememora a importância da figura de Pedro no colégio dos apóstolos, dado pelo próprio Cristo: o Primado a Pedro, a primazia, o primeiro entre os apóstolos. E, reafirmar a importância da Igreja fundada por Cristo e sua perpetuação através dos apóstolos, em especial pelos sucessores de Pedro até os dias de hoje.

       A Primeira Carta de São Pedro (cf. 1Pd 5,1-4), o apóstolo recomenda aos sacerdotes a vivenciar e testemunhar o sofrimento de Cristo através do amor ao serviço que foram confiados. Em que a espiritualidade deste serviço, a incondicional fidelidade e o amor ao rebanho de Deus, tratará a devida recompensa: “Sede pastores do rebanho de Deus, confiado a vós; cuidai dele, não por coação, mas de coração generoso; não por torpe ganância, mas livremente; não como dominadores daqueles que vos foram confiados, mas antes, como modelos do rebanho. Assim, quando aparecer o pastor supremo, recebereis a coroa permanente da glória” (cf. 1Pd 5,2-4).

          O Evangelho de Mateus (Mt 16,13-19), mostra a copiosa confiança de Jesus a Pedro, dando as chaves da Igreja, a edificação da Igreja e a perpetuação da Boa Nova a todos: “Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus” (cf. Mt 16,18-19).

         Celebrar a Festa da Cátedra de São Pedro, é celebrar também todos aqueles que sucederam o apóstolo Pedro na responsabilidade em conduzir a Igreja do Senhor e confirmar os irmãos na fé, sendo sinais visíveis da unidade.. Todos os homens que mesmo com suas limitações, conduziram e conduz a Igreja Peregrina para o encontro definitivo da Igreja Triunfante. Assim, nossas orações são voltadas ao nosso amado Papa Francisco e o Colégio dos Bispos, aos quais perpetuam a missão da Igreja na Terra.

         Rezemos pelo Papa Francisco, que na tarde do primeiro domingo da Quaresma, quando ele comemorou os 20 anos que foi criado Cardeal apelo Papa São João Paulo II, iniciou o seu retiro quaresmal na Casa Santa Marta, como ocorre todos os anos, mas neste ano, por causa da pandemia da COVID-19 será realizado de maneira especial. Acompanhemos o Santo Padre com as nossas orações. De minha parte meu agradecimento especial, neste dia solene, em que o Papa Francisco me inscreveu há 7 anos, sem mérito nenhum de minha parte, no Colégio dos Cardeais. Dia especial também porque são 79 anos da criação do Mosteiro de São Bernardo em São José do Rio Pardo, do qual fui Abade. Continuamos em unidade com o ministério do Bispo de Roma em favor de toda a Igreja que peregrina no mundo! Deus o ilumine, abençoe e guarde!

         Peçamos a Deus que fortifique ainda mais a Primazia de Pedro através da Igreja, com a busca sem medidas pela santificação de todo clero e do rebanho que foi confiado aos sucessores dos Apóstolos.

 

 

 


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados