CNBB

Bispos, do grupo prioritário, começam a ser imunizados contra a Covid-19

Dom Valentim Fagundes de Menezes, bispo de Balsas (MA), foi o primeiro bispo do regional Nordeste 5 da CNBB a receber na terça-feira (19) a primeira dose da vacina Coronavac, imunizante contra a covid-19 produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o instituto Butantan.

As primeiras doses da vacina chegaram ao Estado do Maranhão na noite de segunda-feira (18) para imunizar a primeira etapa do grupo prioritário.

Em Balsas, município localizado na região Sul do Estado, há de 800 km da capital, as primeiras doses chegaram na manhã de terça-feira, aonde a logística já estava pronta a espera dos imunizantes para dar início a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Dom Valentim Fagundes de Menezes, bispo de Balsas (MA)
Dom Valentim Fagundes de Menezes, bispo de Balsas (MA)

O Bispo de Balsas faz parte do grupo prioritário, uma vez que ele faz acompanhamento aos idosos do Lar São Vicente de Paulo, um dos projetos Sociais da diocese, que acolhe idosos abandonados pelos familiares ou que não tem onde morar.

Atualmente a casa de acolhida de idosos, conta com 21 colaboradores entre enfermeiras, técnica de enfermagem e cuidadores, que se divide em 3 turnos para acompanha 33 idosos com idade entre 48 a 108 anos.

Dom Adélio Tomasini
Dom Adélio Tomasini, bispo emérito de Quixadá (CE)

Segundo Dom Valentim, seu primeiro sentimento foi de gratidão a Deus, por dar inteligência ao ser humano para conseguir vencer o mal. O bispo também destacou a importância da ciência no combate ao mal e em defesa da vida.  Para o bispo, a ciência deve estar sempre em função de toda a criação, de toda a vida e de todo o bem. “A vacina é uma vitória contra o mal, contra a doença que veio destruir a vida”.

Ele encorajou, ainda, a comunidade a se imunizar contra o vírus seguindo os grupos classificados de acordo com as prioridades do Ministério da Saúde.

Outros bispos do Brasil que também foram imunizados até o momento são dom Adélio Tomasini, de 90 anos, bispo emérito de Quixadá (CE), do regional Nordeste 1 da CNBB, e o dom Elio Rama, bispo de Pinheiro (MA), do regional Nordeste 5.

 

 

Com informações do Eanes Silva/Pascom regional Nordeste 5

 

 


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados