CNBB

9º Dia da Trezena de São Sebastião

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

 

Rezaremos nesta sexta-feira, dia 15 de janeiro, o 9º Dia da Trezena de São Sebastião. Pouco a pouco, vamos nos aproximando do grande dia da festa do nosso glorioso padroeiro São Sebastião. Com certeza, durante nessa Trezena, temos muito a pedir a ele, mas no dia 20 de janeiro teremos muito mais a agradecer, por tudo aquilo que conseguimos nesse período da trezena. E traremos no coração a certeza de que São Sebastião nunca nos abandona e, durante todos os dias do ano, ele caminhará conosco e junto de Deus abençoara nós e a nossa cidade do Rio de Janeiro.

Esse 9º Dia da Trezena de São Sebastião traz o seguinte subtema para meditarmos: “São Sebastião, discípulo da verdade”. O discípulo é aquele que anuncia o Evangelho, a boa notícia, e essa boa notícia não pode ser mentira, ela é a verdade, pois por meio dessa Palavra nos vem a salvação. É a palavra encarnada do Pai. Por isso, São Sebastião era esse discípulo da verdade, pois anunciava com muito afinco a Palavra.

Nós, a exemplo de São Sebastião, somos chamados a ser discípulos da verdade, anunciando com amor o Evangelho da salvação. Não podemos ter o direito de mudar o significado das palavras do Evangelho e anunciar às pessoas algo que não está escrito ali ou inventar doutrinas ou ritos da nossa cabeça.

A nossa vida também deve condizer com aquilo que nós pregamos, não podemos impor algo para que as pessoas façam se nós mesmos não somos capazes de fazer. Dessa forma seriamos como os fariseus do tempo de Jesus. A nossa vida deve ser pautada pela verdade e não pela mentira, fazendo com que nossa vida seja baseada de acordo com o que está na Palavra de Deus.

Com certeza a vida de São Sebastião era pautada na verdade que emanava do Evangelho. Suas atitudes e suas ações condiziam com aquilo que continha no Evangelho. A sua vida não era mentira, o que ele pregava, ele realizava. Ele colocava em prática o mandamento de Jesus de amar e servir ao próximo, pois cuidava dos pobres, encorajava os desanimados e encarcerados e anunciava o Evangelho a todos os cristãos perseguidos. Até o fim da sua vida, no momento do seu martírio, ele não deixou a verdade de lado e por mais que seus adversários quisessem, ele não negou a fé em que acreditava.

Nós, assim como São Sebastião, devemos nos manter firmes na fé até o fim, por mais que nos obriguem a negar a verdade que acreditamos, devemos lembrar que o próprio Jesus permaneceu calado quando o caluniavam e morreu por amor a nós na Cruz. Por isso, a nossa resposta a esse amor de Jesus por nós é acreditar nele até as últimas consequências.

O mundo já está cheio de sombras e mentiras, seja pela parte dos governantes, seja por alguns religiosos e outras autoridades. E muitas pessoas que pautam a sua vida pela mentira, que não são verdadeiras consigo mesmas e com Deus. Essas pessoas não são felizes e não agradam a Deus com suas atitudes e se não mudarem de atitude, futuramente terão as suas consequências. Por isso, nós como cristãos, católicos, devemos sempre nos pautar pela verdade, e como verdadeiros discípulos do Senhor, devemos alertar essas pessoas que vivem na mentira a procurar se pautarem na verdade. Assim, poderemos receber a recompensa no final, a coroa da vida eterna que Deus preparou para todos nós.

Peçamos ao Senhor para que o mundo seja melhor para todos viverem, que não haja mentiras, roubos, corrupção e morte. Que comece por cada um de nós a construção de um mundo melhor. Que os outros vejam em nós um exemplo de seguidores da verdade e da fé em Cristo.

Peçamos ao Senhor uma luz que ilumine a todos nestes tempos da pandemia e que a solução imunológica iniciando em nosso país bem no dia de São Sebastião possa chegar a um consenso comum e esse benefício seja disposto para todos os povos e regiões. Que tudo seja pautado na verdade para o bem de todos. Por isso, rezemos pedindo a cura da Covid-19:

Oração: Ó Deus, olhai com bondade os fiéis que imploram a vossa misericórdia, para que, confiando em vosso amor de Pai, irradiem por toda parte a vossa caridade. Por Cristo, nosso Senhor.

São Sebastião, rogai por nós!

 

 


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados