CNBB

2º dia da Trezena de São Sebastião

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

 

Celebramos no dia 8 de janeiro o 2º dia da Trezena de São Sebastião que traz o seguinte subtema para refletirmos: “São Sebastião Anunciador do Evangelho”: o nosso Santo padroeiro viveu uma realidade muito dura em seu tempo, em que muitas vezes não podia expressar publicamente a fé e nem dizer que era cristão, se não os cristãos eram perseguidos até o martírio.

Mas, São Sebastião não desistia em meio as dificuldades e perseverava na fé e no anúncio do Evangelho, pois ele era o “mensageiro da esperança”, como nos diz o tema dessa trezena. Esperança era o que motivava São Sebastião, era o seu lema de vida, ele acreditava em dias melhores, tinha esperança de que os cristãos poderiam um dia proclamar a sua fé publicamente, sem medo de sofrer o martírio.

Devemos aprender de São Sebastião e sermos nós também mensageiros da esperança, anunciar aos nossos familiares e amigos que dias melhores estão por vir. Principalmente encorajar aqueles que se encontram desanimados e sem esperança para viver. Podemos rezar no dia de hoje por tantos cristãos que são perseguidos ao redor do mundo e que não podem professar publicamente a sua fé e são martirizados. Rezemos para que não tenham mais cristãos perseguidos e em todas as partes do mundo possa professar publicamente a fé.

Podemos no dia de hoje trazer como mensagem de esperança, a cura do corona vírus que possa em breve ter a vacina e que todos possam ter acesso e tenhamos menos mortes e que depois desse aprendi0zado difícil logo possamos voltar com comportamentos mais humanos para a nossa vida cotidiana.

Precisamos nos dias de hoje transmitir os valores cristãos para nossos filhos, netos e afilhados, para que possamos garantir um futuro melhor e a continuidade da fé católica. Se nós não transmitirmos esses valores cristãos para a nova geração, corre-se o risco de eles crescerem em meio a violência, corrupção, egoísmo e se eles não estiverem centrados nos verdadeiros valores, pegarão para si esses outros valores que a sociedade irá impor a eles e que não são os do Evangelho e do Magistério da Mãe Igreja.

Que São Sebastião proteja e abençoe todas as famílias e nos ajude a sermos fiéis mensageiros da esperança e do amor, não esmorecendo em meio as dificuldades como foi a vida de São Sebastião, que não esmoreceu mesmo diante do martírio.

Devemos ser homens e mulheres de Deus e anunciadores de Deus. Sermos impelidos para a missão, todos os batizados e batizadas são chamados a serem discípulos e missionários de Jesus e ser “anunciadores da esperança” como São Sebastião” foi. Quem ama a Deus deve amar o próximo da mesma maneira e se amamos, vamos até o próximo e anunciamos a ele a mensagem de esperança e de fé.

No Evangelho que meditaremos hoje em nossa trezena (Lc 5,12-16), Jesus realiza a cura de um homem que tinha lepra e Jesus lhe recomenda que ele não diga nada a ninguém, mas que fosse se apresentar ao sacerdote e oferecesse pela purificação. Assim deve ser na nossa vida diária, nunca deixar de agradecer a Deus os benefícios que Ele nos concede, muitas vezes pedimos muito a Deus e pouco agradecemos. Uma forma de propagar a nossa fé e fazer com que mais pessoas acreditem em Deus é agradecendo a Ele os benefícios que Ele nos concede. E ainda encorajando aqueles que estão desanimados a acreditarem no amor de Deus por nós e que Ele atenderá as nossas súplicas.

Dessa maneira seremos mensageiros da esperança e levando o amor de Deus as pessoas e que Ele não se esquece de cada um de nós. Que São Sebastião olhe por cada um de nós, nos proteja de todas as doenças, principalmente a Covid-19, nos livre da fome e da guerra e que rogue junto a Deus por nós sem cessar.

Que o nosso glorioso santo livre a nossa cidade da violência, do abandono, da doença e dê saúde e emprego a todos. Peçamos ao Espírito Santo que aumente a nossa fé e que por intercessão do glorioso mártir São Sebastião as nossas preces sejam atendidas.

 

 

 

 

 

 


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados