CNBB

Faleceu dom Jacó Roberto Hilgert, bispo emérito de Cruz Alta (RS)

O bispo diocesano de Cruz Alta (RS), dom Adelar Baruffi, comunicou o falecimento de dom Jacó Roberto Hilgert, bispo emérito da diocese. Dom Jacó faleceu na madrugada desta quinta-feira, 17 de dezembro, em sua residência, após uma parada cardiorrespiratória.

O bispo emérito estava com 94 anos de idade e foi o segundo bispo diocesano de Cruz Alta. “Deixou significativas e profundas marcas em nossa Diocese nos longos e frutíferos anos em que esteve à sua frente (1976-2002). Durante a emeritude foi incansável nas mais diversas atividades que realizou no decorrer dos anos, enquanto a saúde física lhe permitiu”, partilhou dom Adelar.

O velório acontece na Catedral Diocesana desde as 9h. Ainda nesta quinta-feira, serão celebradas três missas exequiais, seguindo todos os protocolos sanitários, nos seguintes horários: 12h, 15h e às 17h. Nesta, será a Concelebração Eucarística com última encomendação e sepultamento na cripta da Catedral.

Dados biográficos

Dom Jacó Roberto Hilgert nasceu em 27 de janeiro de 1926, na localidade de Harmonia, pertencente, à época, ao município de Montenegro (RS), filho do casal Otília Anna Hoff Hilgert e Carlos Hilgert. Sua caminhada vocacional começou já em casa, pois sua família de imigrantes alemães, vivia a religiosidade com profunda fé e devoção. Respondendo ao chamado divino, aos oito anos de idade, também inspirado pelo exemplo do tio materno, monsenhor Leopoldo Hoff, entrou no Seminário Menor de Gravataí (RS), onde realizou os estudos do 1º e 2º grau. De 1946 a 1949, cursou Filosofia no antigo Seminário Central de São Leopoldo e Teologia nos anos de 1949 a 1952. Foi ordenado sacerdote para o clero da arquidiocese de Porto Alegre (RS), por dom Vicente Scherer, em 30 de novembro de 1952.

Aos 21 de julho de 1976 o Papa Paulo VI o nomeou 2º Bispo Diocesano de Cruz Alta. Ordenado bispo, em Camaquã, em 26 de setembro, pelo cardeal Vicente Scherer, escolheu como lema episcopal “Ecce mater tua”, isto é, “Eis aí tua mãe”.

Dom Jacó tomou posse canônica da diocese de Cruz Alta em 3 de outubro de 1976. Em 8 de maio de 2002, aos 76 anos, renunciou por limite de idade, à função de bispo diocesano, depois de 26 anos à frente da diocese. Nos anos de emeritude, assumiu diversas funções, entre elas a capelania do Asilo Santo Antônio e do Santuário de Fátima em Cruz Alta, a substituição do bispo diocesano em celebrações de crisma quando era convidado, retiros para casais, jovens, seminaristas e padres, entre outros.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados