CNBB

Presépio

Dom Aloísio Alberto Dilli
Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)

PRESÉPIO – ADMIRÁVEL SINAL – 03

Caros diocesanos. O Natal se aproxima e continuamos a refletir a Carta do Papa Francisco, chamada Admirável Sinal, sobre o significado e valor do presépio, considerado evangelho vivo, que apresenta, em linguagem simbólica, o inefável amor de Deus ao nascer entre nós. Nas mensagens anteriores versamos sobre a origem histórica do presépio, sua rica espiritualidade popular e os sinais que nele se fazem presentes. Hoje continuamos a refletir sobre a parte final da Carta, em que o Papa insiste que o presépio é para todas as idades: Os adultos recordam a infância, o tempo de armar o presépio que ajudou a transmitir-lhes a fé cristã. Agora é seu dever e alegria proporcionar a mesma experiência aos filhos e netos: “Não é importante a forma como se arma o Presépio; pode ser sempre igual ou modificá-la cada ano. O que conta é que fale à nossa vida. Por todo o lado e na forma que for, o Presépio narra o amor de Deus, o Deus que Se fez menino para nos dizer quão próximo está de cada ser humano”. E o Papa conclui, dizendo: “O Presépio educa-nos para contemplar Jesus, sentir o amor de Deus por nós, sentir e acreditar que Deus está conosco e nós estamos com Ele, todos filhos e irmãos graças àquele Menino, Filho de Deus e da Virgem Maria… Na escola de São Francisco, abramos o coração a esta graça singela”.

No final de nossa mensagem apresentamos um texto de Natal do Papa Francisco, emitido em dezembro de 2015: “O Natal é Você”.

  • O Natal costuma ser uma festa ruidosa, há muito barulho; nos faria muito bem um pouco mais de silêncio, para ouvirmos a voz do Amor.
  • Natal é você, quando decide nascer de novo, cada dia, deixando que Deus penetre seu interior.
  • O pinheiro do Natal é você, quando resiste fortemente aos ventos e dificuldades da vida.
  • Os enfeites de natal são você, quando suas virtudes são cores que enfeitam a vida.
  • O sino do natal é você, quando chama, une, reúne, congrega pessoas.
  • A luz do natal é você, quando ilumina com sua vida o caminho dos outros através da bondade, paciência, alegria, generosidade.
  • Os anjos do natal são você, quando canta ao mundo uma mensagem de paz, de justiça e de amor.
  • A estrela do natal é você, quando conduz alguém ao encontro do Senhor.
  • Você também é os reis magos, quando dá o melhor que tem aos necessitados.
  • A música do natal é você, quando consegue encontrar harmonia interior.
  • O presente do natal é você, quando é verdadeiramente amigo e irmão de todo ser humano.
  • O cartão de natal é você, quando a bondade está escrita em suas mãos.
  • A felicidade do natal é você, quando perdoa e restabelece a paz mesmo que ainda esteja sofrendo.
  • O presépio do natal é você, quando sacia de pão e de esperança o pobre que está ao seu lado.
  • Você é, sim, a noite de natal, quando humilde e consciente recebe, no silêncio da noite o Salvador do mundo sem barulho nem celebrações, você é sorriso de confiança e ternura na paz de um natal perene, que estabelece o reino em você”.

 

 

 


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados