CNBB

Pelo Brasil: iniciativas de plantio de árvores para o Dia de Finados, 2 de novembro

Em sintonia com a campanha É Tempo de Cuidar da Saudade e da Casa Comum lançada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o arcebispo da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, cardeal Orani Tempesta, irá plantar uma muda de jequitibá-açu (Cariniana ianerensis) no Jardim in Memoriam, no Cemitério da Penitência, no Caju, no próximo dia 2 de novembro, Dia de Finados.  O jequitibá-açu é árvore-símbolo do Rio de Janeiro, a espécie está em extinção e representa a perpetuidade e a evolução da vida. O plantio será logo após a missa que dom Orani presidirá no cemitério, às 7h30.

A arquidiocese de Manaus, em meio as orientações para as celebrações do Dia de Finados, pediu que todas as comunidades iniciassem as celebrações com o plantio de uma árvore, em memória daqueles que morreram na pandemia do novo Coronavírus.

“O Dia de Finados lembra os mortos, mas lembra que somos vivos e vivemos da vida nova ofertada por Jesus com sua morte de cruz e ressurreição. Por isso, queremos lembrar os mortos lembrando a vida: a morte de nossos irmãos e irmãos, mas também a morte da natureza. Vivemos o padecer da natureza e sua morte nas queimadas na região amazônica e no Pantanal”, afirmou dom Leonardo Steiner na carta enviada às paróquias e áreas missionárias.

E diante deste apelo, arquidiocese de Manaus (AM) lançou a Campanha Árvore da Esperança, que acontecerá de 2 de novembro a 8 de dezembro, começando com a missa de finados, às 7h30, na Catedral Metropolitana de Manaus, que iniciará com o plantio de uma muda de árvore na Praça Osvaldo Cruz, conhecida como Praça da Matriz.

A Catedral Metropolitana está solicitando apoios para obter mudas a serem distribuídas às comunidades, e já conseguiu parceria com a Fundação Rede Amazônica, o Instituto Soka e a Embrapa. As mudas devem ser solicitadas por meio do e-mail secretaria@catedralnsconceicao.org, com o assunto “Solicitação para pegar mudas de árvore”.

No Regional Sul 2 da CNBB, que compreende o Estado do Paraná, aproveitando que os colaboradores do regional já estariam reunidos no fim de semana no Centro São João Diego para uma atividade que antecede o Dia de Finados, serão plantadas 20 árvores, em homenagem às 18 dioceses e às duas eparquias ucranianas. O plantio tem início no sábado e se estende até a segunda-feira. As mudas de ipês foram doadas pela Secretaria do Meio Ambiente do município de Guarapuava, onde está localizado a casa de retiros e eventos do regional. 

É Tempo de Cuidar da Saudade e da Casa Comum

Os plantios se somam à campanha “É tempo de cuidar da saudade e da Casa Comum”, lançada pela CNBB por ocasião do Dia de Finados, celebrado dia 2 de novembro. Uma série de cards e vídeo para as redes sociais e spot de divulgação foram preparados e estão disponíveis para download no hotsite da campanha, que está hospedado aqui no site da CNBB.

A iniciativa que convida os brasileiros a plantarem uma árvore em homenagem aos que faleceram, especialmente os vitimados pela pandemia da Covid-19, faz parte da Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil “É Tempo de Cuidar”, criada pela CNBB e pela Cáritas desde o início da pandemia do coronavírus.

Ao plantar as árvores, a CNBB recomenda que se dê preferência à mudas nativas de cada região e também frutíferas. A CNBB estimula ainda que se faça uma foto do plantio e que se compartilhe nas redes sociais com a hashtag: #Cuidardasaudade. As fotos aparecerão no hot site da campanha no site da CNBB.

 

 

 

O post Pelo Brasil: iniciativas de plantio de árvores para o Dia de Finados, 2 de novembro apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados