CNBB

Querida Amazônia – 05

Dom Aloísio Alberto Dilli
Bispo de Santa Cruz do Sul

 

Caros diocesanos. Já refletimos várias vezes sobre a Exortação Apostólica, denominada: Querida Amazônia, emitida pelo Papa Francisco, em fevereiro passado, em que ele nos fala de quatro sonhos:

  • Sonho social: uma Amazônia que lute pelos direitos e pela dignidade dos mais pobres;
  • Sonho cultural: uma Amazônia que preserve a riqueza cultural;
  • Sonho ecológico: uma Amazônia que guarde com zelo a beleza natural;
  • Sonho eclesial: uma Igreja com rostos novos, de traços Amazônicos.

Na parte final do documento, o Papa Francisco, depois de valorizar e estimular a significativa presença feminina na evangelização da Amazônia, afirma que os indígenas se encontram com Jesus Cristo por muitos caminhos, mas o caminho, por excelência, é o mariano. Na conclusão apresenta uma bela oração, dirigida à Virgem Maria, a Mãe que Jesus Cristo nos deixou, com o título A MÃE DA AMAZÔNIA, que aqui reproduzimos em clima de prece:

“Mãe da vida, no vosso seio materno formou-Se Jesus, que é o Senhor de tudo o que existe.

Ressuscitado, Ele transformou-Vos com a sua luz e fez-Vos Rainha de toda a criação. Por isso Vos pedimos que reineis, Maria, no coração palpitante da Amazônia. Mostrai-Vos como mãe de todas as criaturas, na beleza das flores, dos rios, do grande rio que a atravessa e de tudo o que vibra nas suas florestas.

Protegei, com o vosso carinho, aquela explosão de beleza.

Pedi a Jesus que derrame todo o seu amor nos homens e mulheres que moram lá, para que saibam admirá-la e cuidar dela.

Fazei nascer vosso Filho nos seus corações para que Ele brilhe na Amazônia, nos seus povos e nas suas culturas, com a luz da sua Palavra, com o conforto do seu amor, com a sua mensagem de fraternidade e justiça.

Que, em cada Eucaristia, se eleve também tanta maravilha para a glória do Pai.

Mãe, olhai para os pobres da Amazônia, porque o seu lar está a ser destruído por interesses mesquinhos.

Quanta dor e quanta miséria, quanto abandono e quanto atropelo nesta terra bendita, transbordante de vida!

Tocai a sensibilidade dos poderosos porque, apesar de sentirmos que já é tarde, Vós nos chamais a salvar o que ainda vive.

Mãe do coração trespassado, que sofreis nos vossos filhos ultrajados e na natureza ferida, reinai Vós na Amazônia juntamente com vosso Filho.

Reinai, de modo que ninguém mais se sinta dono da obra de Deus.

Em Vós confiamos, Mãe da vida! Não nos abandoneis nesta hora escura. Amém”.

 

O post Querida Amazônia – 05 apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados