CNBB

Seguir Jesus

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

 

          Neste quinto domingo de agosto, concluímos o mês vocacional e, com ele, celebramos o Dia do Catequista neste XXII Domingo do Tempo Comum. Um momento especial para a Igreja no Brasil — o mês das vocações em que, a cada domingo (e consequentemente a semana), recordamos uma vocação específica. A vocação é um chamado de Deus para a missão e cabe a nós corresponder a esse chamado dizendo o nosso “sim” à vontade de Deus.

A liturgia deste domingo nos convida ao seguimento radical a Jesus Cristo, a tomar a nossa cruz de cada dia e segui-Lo. Ele nos convida a abraçar a missão por amor ao Reino de Deus, a mesma missão dos catequistas, que anunciam ao seu reino.

Esse convite serve para todos nós batizados, que somos chamados por Deus a abraçar uma vocação e segui-Lo mais de perto. Somos chamados a renunciar aos pecados do mundo e a enfrentar todos os desafios para seguir Jesus Cristo. Abraçando com amor a vocação na qual Deus nos chama, alcançaremos a vida eterna.

Peçamos nesta liturgia deste domingo que todos os catequistas tenham o ânimo renovado e que, a cada dia, tenham mais disposição em seguir ao mestre por amor ao Reino de Deus. Agradecemos a presença deles em nossas comunidades, vivendo sua vida batismal e, com isso, dedicando-se a cumprir, junto com os padres e a comunidade, a sua missão — que nunca faltem pessoas dispostas a abraçarem essa causa.

A primeira leitura deste domingo (Jr 20,7-9), relata a experiência do Profeta Jeremias no seguimento do Senhor. Quando ele pensou em desistir, o Senhor lhe deu forças para continuar. Quando achou que era incapaz de seguir na missão, Deus lhe ajudou para que enfrentasse os inimigos denunciando aquilo que não condizia com seu Reino e anunciando a verdade contida nas Sagradas Escrituras. Assim como seduziu o profeta e se deixou seduzir, Deus faz isso conosco nos dias de hoje.

O Salmo responsorial é o Salmo 62 e o salmista nos impulsiona a termos sede de Deus como a terra sedenta. E como poderemos saciar essa sede Deus? Por meio da leitura orante da Palavra de Deus, participando da Santa Eucaristia regularmente e criando uma intimidade com Jesus Cristo por meio da oração. Dessa maneira saciaremos nossa sede de Deus.

Na segunda leitura (cf. Rm 12,1-2), Paulo nos exorta a agir conforme a vontade de Deus. Não se deixar influenciar pelas coisas do Mundo, mas procurar fazer em tudo a vontade de Deus. Por isso, nós devemos sempre procurar o que é correto e verdadeiro e aquilo que agrada a Deus.

O Evangelho (cf. Mt 16,21-27) é continuação do Evangelho de domingo passado, no qual Jesus Cristo entrega as chaves do Reino dos Céus para Pedro e o elege como aquele que daria continuidade a sua missão. E no Evangelho de hoje, Jesus, ao contar tudo que aconteceria com Ele, que deveria ir a Jerusalém e sofrer a paixão e ressuscitar ao Terceiro Dia, Pedro intervém e diz: “Deus não te permita tal coisa Senhor, que isso nunca te aconteça”.

E Jesus repreende Pedro e diz que ele não pensa como Deus e sim como os homens. Pedro pensava ainda como os homens, porque não queria o sofrimento para Jesus, ainda não entendia quais eram os planos de Deus para Jesus e a sua missão aqui na Terra. Por isso, ele não pensava como Deus, mas como homem que não queria ver um amigo seu sofrer. Pedro ainda não compreendia que era necessário que Jesus sofresse tudo aquilo para se cumprir os planos de Deus.

E Jesus Cristo segue dizendo que, quem quiser segui-lo, deve renunciar a si mesmo, tomar a sua cruz de cada dia e segui-lo. Em cada dia seguindo Jesus, devemos renunciar a nós mesmos e renunciar aos atrativos do mundo e dizer sempre, com confiança, o nosso “sim” a Ele e à missão para a qual nos chama. Colocar Deus sempre em primeiro lugar e as coisas do mundo em segundo plano — Deus tem que ser sempre a prioridade.

Que no fim de nossos dias, quando nos encontrarmos com o Senhor na vida eterna, Ele nos retribua de acordo com aquilo que nós fizemos e possamos sempre ter uma conduta digna, de acordo com a vontade de Deus.

Levemos a nossa cruz diária e procuremos sempre fazer a vontade de Deus em nossas vidas e que possamos abraçar a causa do Reino. Um agradecimento especial hoje a todos os catequistas, que Deus lhes abençoe e lhes pague. Perseverem na vossa missão de levar adiante os ensinamentos de Deus a tantas pessoas. Enquanto o mundo gira a Cruz permanece de pé!

 

O post Seguir Jesus apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados