CNBB

Fiéis Batizados

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

 

No próximo domingo, neste mês vocacional na Igreja no Brasil, recordamos o Dia de Todos os Fiéis Batizados, escolhidos por Deus desde o nosso batismo para sermos Sal na Terra e Luz no Mundo.

Através do nosso batismo, Deus nos chama para uma missão. Esta missão consiste em construir aqui na Terra o Reino de Deus. Um reino de amor, paz e união. Com o nosso o batismo, somos unidos a Cristo e passamos a pertencer a Ele, levando adiante a construção desse reino.

Todos os batizados são chamados por Deus para serem discípulos e missionários dEle, levando adiante a sua palavra, sobretudo, ao encontro dos batizados que estão afastados da Igreja, não vivendo a sua fé. Aqueles que a vivem, no dia a dia, são chamados para ir ao encontro desses e trazê-los de volta à Igreja.

Ao ser batizado, o catecúmeno ou os seus pais e padrinhos (no caso de ser criança), assumem o compromisso viverem a vida de fé. Os pais e padrinhos acompanham aquele que foi batizado na sua vida de fé, lhes ensinam as primeiras orações do cristão em casa, levam os seus filhos e afilhados para a Igreja, para que, aos poucos, vão se acostumando com o ambiente da Igreja.

O batismo é a porta de entrada da Igreja. É o primeiro sacramento que recebemos — uma marca, a marca do Espírito Santo. Com ele, somos enviados a assumirmos o nosso batismo para partirmos em missão. Esse mesmo Espírito Santo nos ajuda a vivenciarmos a nossa fé no dia a dia. No batismo, o sacerdote nos acolhe com o sinal da cruz, que nos acompanhará em toda nossa vida de fé.

O batismo é o primeiro dos três sacramentos chamados de sacramentos da iniciação cristã que é composto por: Batismo, Eucaristia e Crisma. Um interligado ao outro, pois após o batismo, a pessoa inicia a sua caminhada de fé na Igreja e em casa por meio dos seus pais. E, assim, se prepara para a primeira Eucaristia, confirmando, em seguida, o seu batismo com o sacramento da Crisma.

Após essa confirmação, o crismando é chamado a iniciar a sua missão dentro da comunidade de fé, incentivando outros jovens a seguirem o mesmo caminho. No futuro, passa esse exemplo de fé para os seus filhos e sua esposa. Uma família que tem o seu fundamento na Igreja e uma vida de fé atuante, crescerá sempre no amor de Deus e passará essa vivência da fé para todas as gerações.

Todo batizado é chamado por Deus para uma vocação específica dentro da comunidade. Pode ser o sacerdócio, pois o sacerdote é tirado do meio de uma comunidade e, depois, retorna para a comunidade. Outras vocações que Deus podem nos chamar dentro da comunidade — para fazer leitura, ser catequista, músico, animar grupo de jovens e até mesmo constituir família com alguém da comunidade e levar adiante essa missão abraçando a vocação da paternidade ou maternidade, que são muito queridas por Deus. Ou, até mesmo, fazendo parte da Pastoral Familiar da paróquia, participando com toda família ativamente da Igreja.

Como batizados e batizadas, Deus nos chama para alguma vocação. Cabe a nós, por meio da oração, descobrirmos para qual vocação somos chamados. Não podemos apenas ir à Igreja participar da missa e não ajudar em nada nossa comunidade. Não ajudar a nossa comunidade a construir o Reino de Deus. Temos que, de alguma maneira, nos encontrarmos em alguma vocação e sermos sinais do Reino de Deus para as pessoas.

Temos que viver a nossa fé e, como batizados e batizadas, colocá-la em prática no dia a dia. Ir ao encontro daqueles que foram batizados e se encontram afastados da Igreja, não vivenciando a vida de fé. Chamá-los de volta para a Igreja, falar para eles a importância dos sacramentos e comunhão diária com o Senhor.

Não podemos perder esses batizados para outras denominações religiosas ou para o mundo. Devemos, isto sim, recuperá-los e trazê-los de volta ao primeiro amor, fazendo com que a Igreja Católica não perca fiéis e continue com a sua missão de ser a Luz no Mundo.

Portanto, nesse próximo domingo, celebremos com alegria o dia de todos os fiéis batizados, agradecendo a Deus, tantos os que assumem o seu batismo e que vivem a sua fé no dia a dia, rezando por aqueles que se encontram perdidos longe do Senhor, para que tão logo encontrem o caminho e possam viver a fé no seu dia a dia.

E aqueles que ainda não encontraram a sua vocação, que possam rezar ao Senhor para que Ele faça sua vontade, encontrando, tão logo, sua vocação. E, assim, possam, desde já, contribuir com a construção do Reino de Deus dentro da sua comunidade.

Que Deus nos abençoe e nos guie no caminho do bem e da verdade e que sejamos sal na terra e luz do mundo para todas as pessoas que encontrarmos.

 

 

 

 

 

O post Fiéis Batizados apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados