CNBB

Familiares das vítimas da tragédia em Brumadinho (MG) participam de live “Do Luto à Luta”

A barragem I da Mina de Córrego do Feijão, da Vale, se desfez no dia 25 de janeiro de 2019, e em menos de meia hora, matou 270 pessoas. Mas um ano e seis meses depois, aqueles impactados direta ou indiretamente ainda não conseguem escapar das consequências psicológicas e materiais da tragédia.

Diante disso, a Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário, pertencente à arquidiocese de Belo Horizonte, em Minas Gerais, organizou a live “Do Luto à Luta”, que tem o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e de sua editora, a Edições CNBB. A iniciativa contará com a participação de alguns dos familiares das vítimas da tragédia. Os mediadores deste encontro serão dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar de Belo Horizonte, e Marina Oliveira, ambos da Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário.

“Dia 25 de julho completa-se 1 ano e 6 meses da tragédia crime em Brumadinho. Do “Luto à luta”, uma live que quer fazer ser ouvida a voz dos atingidos. Estarão conosco pessoas que perderam alguém muito importante da família, luto que ainda está no coração de cada uma dessas pessoas, pela dor da saudade mas, sobretudo, pelo jeito que essas pessoas foram arrancadas de suas famílias, soterradas por uma lama tóxica”, afirmou dom Vicente.

Luta

Consultado com exclusividade pelo portal da CNBB, dom Vicente disse que além do luto, a live abordará a questão da luta que os atingidos pelo rompimento estão tendo para sobreviver. “Resistir à dor e construir projetos de vidas, por isso também trabalharemos nessa live a esperança”, apontou.

De acordo com ele, a live será uma ocasião de partilha na qual os familiares terão a oportunidade de expressarem suas vozes:

“Ter um momento desse tão significativo através das redes sociais da CNBB é dar espaço de voz para pessoas que são muito queridas por nós em nossa evangelização, porque elas sofrem de certa forma a dor da cruz, a paixão de Jesus e, ao mesmo tempo, são pessoas de esperança, de ressurreição, porque lutam e buscam construir horizontes novos de justiça a partir da fé que possuem, sobretudo, dessa perspectiva de horizonte da ecologia integral tão importante para os nossos dias, como nos pede a Laudato Si’ da Igreja do Papa Francisco e nossa”, disse o bispo.

A live poderá ser acompanhada no sábado, 25 de julho, às 20h, nas redes sociais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil: (@cnbbnacional); Edições: (@edicoescnbb) e Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário (@regiaorenser). Confira também (aqui) o artigo escrito recentemente por dom Vicente sobre a tragédia em Brumadinho (MG).

Artigos relacionados