CNBB

Vinde Espírito de vida, ternura e amabilidade!

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos

Junto à novena de Pentecostes celebra-se, no Hemisfério Sul, desde 1926, a pedido do movimento Fé e Ordem, a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que vai, neste ano, de 24 a 31 de maio. A reflexão foi preparada pelos cristãos de Malta com o lema “Gentileza gera gentileza!”, fundamentado no texto de At 28,2, que narra a experiência do naufrágio do navio que levava São Paulo preso para Roma.

Mostra as vicissitudes do navio prestes a afundar, e as reações de desespero e tumulto, a atuação orante e corajosa de Paulo, e a decisão de abandonar o navio salvando-se todos os 276 viajantes, marinheiros, soldados, escravos e prisioneiros. Mas, o que é destacado foi a acolhida alegre, cordial e gentil, da população da ilha, onde tinham chegado nadando, que os vestiu e lhes deu alimentos, fazendo-os sentir-se em casa sem discriminação de ninguém.

O lema, casualmente, lembra a frase costumeira de José da Trino, conhecido como o profeta Gentileza. Ela foi dita pela primeira vez depois do trágico incêndio do circo Norte Americano na cidade de Niterói, no dia 17 de dezembro de 1961, em que morreram carbonizadas centenas de pessoas. Esta catástrofe impactou seriamente José que, pegando seu caminhãozinho, levou duas pipas de 100 litros para, em pequenos copos, tratar de consolar os familiares das vítimas.

Deixou sua vida de trabalho para tornar-se um andarilho da consolação e do bem, transmitindo hospitalidade, alegria e paz a todas as pessoas. Escreveu dizeres de tolerância, cordialidade e especialmente gentileza nas 55 pilastras do viaduto do Caju, no Rio de Janeiro.

Nestes tempos de pandemia precisamos, com a ajuda do Espírito Santo, reviver essas atitudes de cordialidade e gentileza, espalhando ternura para todos os que sofrem, lembrando, como está no texto dos Atos dos Apóstolos, de salvar vidas, porque toda vida tem infinito valor e é muito mais importante que navios e bens materiais. Que o Espírito Santo nos torne mais amáveis, compreensivos, pacientes e generosos, afastando de nosso comportamento toda rispidez, julgamento, intolerância e intimidação. Deus seja louvado!

 

 

O post Vinde Espírito de vida, ternura e amabilidade! apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados