CNBB

Pastoral do dízimo encontra novas alternativas em tempo de pandemia

A ação evangelizadora da Igreja não parou em nenhum momento, mesmo com as igrejas de portas fechadas, a suspensão das missas com a participação de público e a suspensão de encontros e eventos. Sua missão de anunciar o Evangelho e cuidar da vida dos menos favorecidos tem sido realizada de forma nova, criativa e ainda mais intensa. Isso é possível porque a Pastoral do Dízimo realiza um trabalho essencial na Igreja, especialmente, durante essa pandemia do novo Coronavírus. No Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a partir desta compreensão, várias iniciativas tem sido tomadas pelas arquidioceses e dioceses paranaenses para garantir a sustentação das atividades pastorais.

“O dízimo ajuda a Igreja a ajudar os outros e, na medida em que a Igreja me ajuda a viver a fé, oferendo a Palavra de Deus, a Eucaristia, Sacramentos, eu também dou condições para que ela  atenda a tantas pessoas, que sozinhos não daríamos conta”, comentou o bispo de Campo Mourão e referencial da Pastoral do Dízimo no regional, dom Bruno Elizeu Versari, em entrevista. Segundo o bispo, a Igreja só consegue ser solidária com aqueles que mais necessitam, porque tem fiéis que dão condições para que ela faça isso, através do dízimo e das ofertas que chegam. “Tudo isso é revertido em solidariedade com os que sofrem”.

Confira, na íntegra, a matéria e a entrevista sobre a Pastoral do Dízimo em tempos de pandemia.

O post Pastoral do dízimo encontra novas alternativas em tempo de pandemia apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados