CNBB

Mãe: a luz que dá vida ao mundo

Dom João Bosco Óliver de Faria
Arcebispo Emérito de Diamantina (MG)
Presidente da Pró-Saúde

Sinônimo de amor incondicional, a palavra mãe carrega consigo tantos significados que nem os mais belos adjetivos seriam suficientes para explicá-los. Mãe é sentir, é gerar, é doar, é se fazer presente até mesmo na ausência física.

A criação da figura materna, sem dúvida, é uma maiores expressões do amor infinito e misericordioso de Deus por nós. Pois ninguém, além de uma mãe, é capaz de gerar a vida, doando o seu próprio corpo para acolher a batida de outro coração.

São João Paulo II resume esse amor de maneira primorosa: “Obrigado a ti, mulher-mãe, que te fazes ventre do ser humano na alegria e no sofrimento, que te tornas o sorriso de Deus pela criatura que é dada à luz, que te fazes guia dos seus primeiros passos, amparo no seu crescimento, ponto de referência por todo o caminho da vida”.

Neste Dia das Mães, celebrado de forma tão peculiar por milhares de famílias atingidas pela pandemia do novo coronavírus, este é o nosso principal desejo: que o amor entre mães e filhos, muitas vezes separados por distâncias físicas ou emocionais, mantenha-os unidos em um só coração, no caminho da fé e sob as bênçãos divinas.

Que a Virgem Maria, Mãe de Deus, cubra a todos com o Seu manto sagrado, intercedendo junto a Seu filho, Jesus Cristo Nosso Senhor. Rezo, especialmente, pelas mães da Pró-Saúde que, neste momento, estão em batalha nos hospitais do País inteiro pelo restabelecimento da saúde de nossos irmãos e irmãs atingidos pela Covid-19.

Certos de que, juntos, venceremos esse desafio, peçamos para que a força de todas as mães possa nos suportar e proteger para seguirmos adiante, sempre em defesa da vida.

Um feliz e abençoado Dia das Mães!
A todos o meu cordial abraço!

O post Mãe: a luz que dá vida ao mundo apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados