CNBB

Comissão recebe professores da PUCPR que retornaram de missão ao Timor-Leste

“Fiquei muito comovida ao acompanhar cada sacerdote na escrita do seu trabalho final do curso de especialização, porque vi muita humildade e vontade de aprender. Muitos sacerdotes carregam em si as marcas de um imperialismo e as dores profundas de ver seu povo morrer torturado pela violência deste imperialismo”, relatou a professora doutora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Clélia Peretti, ao retornar de uma missão no Timor-Leste.

Foto: arquivo pessoal

Essa missão faz parte do convênio que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, e a PUCPR mantêm para envio de professores de três programas de Pós-Graduação dos cursos de Teologia, Filosofia e Bioética para o país do sudeste asiático.

Professores doutores Clélia Peretti e Fabrizio Catenassi. Foto: arquivo pessoal

A professora Clélia e o professor doutor Fabrizio Catenassi, ambos da PUCPR, passaram dois meses no país em trabalho voluntário. As atividades dos docentes incluem aulas no Instituto Superior de Filosofia e Teologia de Dili, onde lecionaram conforme a sua área de formação nos cursos de mestrado e doutorado. A professora relatou à comissão o seu agradecimento pelo trabalho missionário que a conferência tem desenvolvido naquele país.

“É uma gota no oceano de tanta necessidade e desafios. A Igreja do Timor Leste precisa realmente da nossa força. Irmanados, podemos ajudar em muito para recuperar as esperanças de mais de 70% da população jovem. Minha vida é marcada por esta experiência. Volto ao Brasil com outro olhar e com vontade de continuar essa experiência. Obrigada”, disse.

Em outubro de 2019, o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, recebeu na sede da entidade em Brasília (DF), o bispo de Díli, capital do Timor-Leste, dom Vírgílio do Carmo da Silva. A visita pastoral teve por objetivo formalizar uma nova etapa do convênio entre as instituições e a PUCPR.

Histórico

Desde o ano 2000, a Igreja no Brasil mantém o Projeto Missionário Ad Gentes com a Igreja no Timor-Leste. Trata-se de uma ajuda para manter o trabalho missionário no país com as ações pastorais, sociais e de amparo ao povo timorense. O projeto chegou ao fim em 2018, mas teve início outro passo importante – o de ajudar padres locais a terem formação e especialização para que não seja mais necessário o envio de professores estrangeiros. Nesta nova fase da parceria, a PUCPR, ofereceu gratuitamente todo o curso de mestrado e doutorado para essa formação.

O post Comissão recebe professores da PUCPR que retornaram de missão ao Timor-Leste apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados