CNBB

Acreditar na vida!

Dom José Gislon
Bispo de Caxias do Sul

 

Estimados irmãos e irmãs em Cristo. O tempo da Quaresma, que vivemos a cada ano, só tem um significado profundo na nossa vida, se o vivermos à luz da fé em Jesus Cristo, morto e ressuscitado.

Viver o tempo da Quaresma, como uma oportunidade de crescimento espiritual, é possível na media em que deixarmos de lado o egoísmo da auto-suficiência e abrirmos espaço em nosso coração para que a misericórdia do Pai nos faça renascer como novas criaturas, revigoradas pela sua graça e seu amor.

Estamos atravessando um momento muito delicado na história da humanidade porque, mesmo com tantos avanços tecnológicos, percebemos o despreparo dos governos e instituições para lidar com pandemias, que expõem a fragilidade da vida. Do ponto de vista histórico, a humanidade já passou por grandes pandemias, que dizimaram milhões de pessoas, ou guerras que deixaram um rastro de destruição e morte em vários países e continentes.

A realidade atual nos coloca diante de um inimigo comum, que não respeita fronteiras geográficas e sociais. Quando percebemos já estamos infectados e precisamos de uma atenção especial e isolamento social. Ele tem o poder de, no silêncio, entrar na nossa vida, nas nossas casas e cidades, ceifando a vida de pessoas que amamos, ou nos afastando do convívio familiar e social, nos impondo um isolamento, o qual temos dificuldades de aceitar de forma racional e emocional.

Somos uma sociedade em movimento, do fazer, e o parar nos questiona, desperta em nós um sentido de angústia, com o qual quase não sabemos lidar. A convivência do dia a dia, mesmo com as pessoas que nos são tão próximas, pode sofrer um desgaste em tais situações, se não tivermos uma consciência clara de que este momento nos pede serenidade, responsabilidade e solidariedade para cuidar da vida como dom e compromisso.

Queridos irmãos e irmãs, esse momento tão difícil que estamos vivendo atingiu a vida das pessoas em todas as realidades, mas também as famílias, as instituições e as empresas. Portanto, requer da parte de cada um de nós, espírito de colaboração para cuidar da vida em todos os contextos. Por isso, é de grande importância sabermos acatar as orientações das autoridades públicas, que não têm medido esforços para evitar que o vírus se propague, contaminando mais pessoas, principalmente aquelas que estão mais fragilizadas. Ao mesmo tempo, elas vêm se empenhando, para prover estruturas que ofereçam um atendimento digno para aos que forem acometidos pela enfermidade.

O momento é de preocupação e provação, mas nós só venceremos essa batalha se nos unirmos, tendo presente o bem comum. Cada um fazendo a sua parte, sem esquecer as responsabilidades em relação à vida dos outros.

Por intercessão de Nossa Senhora de Caravaggio, nossa mãe, rainha e padroeira de nossa Diocese, vos abençoe o Deus todo poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Tende todos um bom dia.

 

 

O post Acreditar na vida! apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados