CNBB

D. Jaime incentiva campanha a favor dos profissionais de saúde que combatem a covid-19

Uma campanha, mobilizada nas redes sociais, incentiva todos a aplaudirem os profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia do coronavírus. O ato está marcado para acontecer hoje, dia 20, às 20h30. A proposta é que as pessoas manifestem seus aplausos de suas janelas. Algumas cidades brasileiras já começaram a participar desde ontem, na quinta, da Campanha. São Paulo, Brasília, Recife, Salvador e Florianópolis foram alguns dos exemplos. Também países como Portugal e Espanha já fizeram o ato para agradecer os profissionais da saúde.

A imagem que circula nas redes diz: “Enquanto estamos protegidos em casa, os profissionais de saúde estão enfrentando essa crise onde muitos estão se contaminando”. Na ocasião, o texto convoca a todos a “mostrar nossa gratidão a todas essas pessoas com uma salva de aplausos das nossas janelas”.

No incentivo ao ato, o arcebispo de Porto Alegre e primeiro vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Jaime Spengler, convida todos os fieis para que aplaudam das janelas; e todas as Igrejas de seu território que apoiem a manifestação com o badalar dos sinos no mesmo horário, em sinal de oração por esses profissionais.

Dom Jaime gravou um áudio solicitando a todos os padres da Igreja de Porto Alegre, bem como das igrejas do território aonde atuam a acolherem a manifestação com o badalar dos sinos no mesmo horário em sinal de oração por esses profissionais. “Sempre que converso com os profissionais da saúde os denomino ‘os anjos bons’. Em sinal de solidariedade com todos eles, nesta noite 20 de março, às 20h30h, vamos saudá-los e que os sinos das nossas igrejas se façam ouvir no território de nossas igrejas e cidades”, pede o arcebispo.

Dom Jaime Spengler

 

Acompanhe o ato pelas cidades brasileiras:

 

Osasco (SP)

 

São José (SC)

 

 

Recife

 

 

O post D. Jaime incentiva campanha a favor dos profissionais de saúde que combatem a covid-19 apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados