CNBB

Cristo Redentor se ilumina de esperança pela intercessão aos enfermos do coronavírus

Ontem, 18 de março, às 20h, a arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro realizou, no Santuário Cristo Redentor, uma noite de intercessão pelos cerca de 150 países com casos de Coronavírus. Ao final, foi realizada uma projeção especial (mapping) no monumento ao Cristo Redentor, com as bandeiras de todas essas nações e continentes afetados pelo coronavírus. O ato foi sem público, apenas com a presença da imprensa.

O Redentor se cobriu com a hastag #rezemos juntos, em vária línguas, escolhida pelo Papa Francisco para unir o mundo em oração nas redes sociais.  No alto do Corcovado, foi rezada a oração do Pai Nosso pelo arcebispo do Rio, cardeal Orani João Tempesta, e pelo reitor do Santuário Cristo Redentor, padre Omar.

O cardeal dedicou à oração à São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro. “Peçamos ao Senhor para que pare esse proliferação, para que cumpramos nossa obrigação de cidadãos e também seja o Senhor a parar tudo isso e a ajudar para que todos nós possamos sonhar com um amanhã melhor“, invocou o religioso.

Sobre o momento da pandemia do coronavírus, o arcebispo disse estar aos pés do Redentor pedindo por todas as famílias, por todas as pessoas que passam  por esse momento difícil ou que estão em querentena e aos que perderam entes queridos.

Estamos rezando por todos, para que, mesmo no sofrimento, mesmo nas dificuldades, tenham sempre a esperança”, disse.

O arcebispo ressaltou que o tempo da Quaresma é o tempo de aprofundamento da fé para se chegar à experiência da Ressurreição. “Nós rezamos e pedimos que as autoridades encontrem os caminhos e todos colaborem para que o quanto antes possamos fazer a experiência de que esse tempo passou, foi vencido esse momento tão difícil, e cheguemos, com alegria, a poder nos abraçar novamente, a nos cumprimentar. Essa é justamente a nossa esperança e nossa confiança”, afirmou dom Orani.

Papa Francisco em oração

O Papa Francisco está unido em oração com o mundo todo e lançou nas mídias sociais a hashtag #rezemosjuntos em várias línguas, mobilizando o mundo em uma corrente de intercessão pelos enfermos. As hashtags vão finalizar a projeção no Cristo Redentor. Na tarde de domingo, 15, o Sumo Pontífice saiu do Vaticano e foi até a Basílica de Santa Maria Maior para rezar diante do ícone de Nossa Senhora Salus populi Romani (protetora do povo romano). Depois, percorrendo a pé um trecho da “Via del Corso”, no centro de Roma, foi até a Igreja de São Marcelo, onde se encontra o Crucifixo milagroso que, em 1522, foi levado em procissão pelos bairros da cidade, pelo fim da “Grande Peste”.

Na oração, o Papa Francisco invocou o fim da pandemia em todo o mundo, implorou a cura para os doentes, recordou as vítimas e pediu que familiares e amigos encontrem consolação e conforto. A intenção da oração do Papa também se dirigiu aos agentes de saúde, aos médicos, aos enfermeiros e a todos que continuam trabalhando para o funcionamento da sociedade.

O post Cristo Redentor se ilumina de esperança pela intercessão aos enfermos do coronavírus apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados