CNBB

Coronavírus: o cuidado especial aos Idosos que é um dos grupos mais vulneráveis

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) tem desencadeado uma série de mudanças na rotina do brasileiro. As principais são manter a higiene das mãos e evitar aglomerações. Um levantamento do portal G1, mostra que até as 13h16 desta quarta-feira, 18 de março, 370 casos foram confirmados de novo coronavírus no Brasil em 18 estados e no Distrito Federal. As informações são das secretarias estaduais de Saúde.

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde desta terça-feira, 17 de março, contabiliza 291 infectados. A maioria dos casos está em São Paulo com 164, seguido por Rio de Janeiro com 33 e Distrito Federal que tem 22 de casos confirmados. Como o balanço não é online os números podem divergir de um dia para o outro, informa o Ministério.

Os estados brasileiros têm tomado diversas medidas para evitar o avanço do vírus suspendendo aulas, fechando comércios, aumentando a limpeza de meios de transporte e aderindo ao teletrabalho.

O foco desse cuidado são os idosos e pessoas que têm doenças crônicas. A orientação é que estes devem permanecer em casa e diminuam o contato com familiares e com crianças, mesmo que não apresentem nenhum sintoma da Covid-19. O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta, pede a todos os brasileiros que cuidem dos idosos porque eles são um dos públicos mais vulneráveis ao coronavírus.

“Cuidem dos idosos! É hora de filho e filha cuidar de pai, mãe, avó, tia avó. Então, é conversar, dialogar, procurar proteger. O momento agora é de proteção. Quanto menos idosos nós tivermos com coronavírus, menos pressão nós colocaremos nos leitos de CTI”, alertou o ministro no twitter.

Como prevenir o contágio:

  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
  • Evite aglomerações se estiver doente.
  • Mantenha os ambientes bem ventilados.
  • Não compartilhe objetos pessoais.

Para combater a propagação de notícias falsas, o Ministério da Saúde disponibilizou um número de WhatsApp para envio de mensagens para apuração de fake news. Basta mandar a mensagem recebida com imagens ou textos para o número (61) 99289-4640 que os profissionais do ministério vão confirmar a veracidade da mensagem.

Além disso, o ministério desenvolveu um aplicativo que pode ser baixado nos sistemas operacionais iOS e Android com dicas de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e até uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto.

Baixe aqui o aplicativo para o sistema iOS e Android.

Ainda nesta terça, o Diário Oficial da União publicou uma Instrução Normativa (nº 22) que regulamenta a suspensão, pelo período de 120 dias, da realização de prova de vida dos beneficiários do INSS.

A medida não afeta o pagamento de aposentadorias ou pensões aos beneficiários. Porém, a regra não se aplica ao recadastramento de aposentado, pensionista ou anistiado político cujo pagamento do benefício esteja suspenso na data de publicação desta Instrução Normativa. A realização de visitas técnicas para fins de comprovação de vida também ficam suspensas por 120 dias.

Foto de capa: Marcelo Camargo – Agência Brasil 

O post Coronavírus: o cuidado especial aos Idosos que é um dos grupos mais vulneráveis apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados