CNBB

Presidente da CNBB prega retiro para grupo de assessores

Início de ano, sempre no mês de fevereiro, os assessores que prestam serviço pastoral à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) encontram-se em Brasília (DF) para dias de silêncio, reflexão e oração, quando, então, participam de um retiro espiritual antes de dar início às suas atividades. Em 2020, o retiro que se iniciou na segunda-feira, 03, com término nesta quarta-feira, 05, teve como pregador o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Segundo o arcebispo, a ocasião é sempre uma oportunidade de aprofundar o encontro com Deus. “O serviço que prestamos como Igreja e na Igreja é um serviço de fé, de evangelização, por isso que nós tivemos a oportunidade aqui de vivenciar esses dias, com experiências para enraizar a nossa fé e voltar a esse princípio fundamental que nos move e que é o amor a Deus”, disse.

Dom Walmor afirmou ainda que a experiência é fraterna, bonita e espiritual. “O retiro é para nos fazer capazes de enfrentar os muitos desafios, dar as novas respostas sobretudo num contexto de mundo como o nosso, de uma sociedade carente da nossa presença, para ajudá-la a reencontrar caminhos enquanto nós anunciamos o Reino”, completou. 

O assessor do Setor Universidades da Comissão para a Cultura e Educação da CNBB, padre Danilo Pinto

O assessor do Setor Universidades da Comissão para a Cultura e Educação da CNBB, padre Danilo Pinto

O retiro aconteceu na Casa de Convivência Sagrada Família, em Brazlândia (DF). assessor do Setor Universidades da Comissão para a Cultura e Educação da CNBB, padre Danilo Pinto, disse que a experiência é sempre um momento muito importante dentro do ano de atividades. “A gente recorda aqueles caminhos para a interioridade que muitas vezes nos são apresentados pelos sofrimentos pessoais, mas que nesse tempo de retiro é apresentado por meio do descanso, do silêncio, da oração, então é sempre um tempo muito oportuno para entrar em contato consigo e com Deus”, garantiu.

Irmã Sandra Regina Amado, religiosa missionária Comboniana, que atua na CNBB como assessora da Comissão para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial,

Irmã Sandra Regina Amado, religiosa missionária Comboniana, que atua na CNBB como assessora da Comissão para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial

Nesse retiro, em específico, padre Danilo conta que de um modo muito especial os assessores puderam fazer a experiência do mergulho na fé, como foi proposto pelo pregador, dom Walmor. Nessa oportunidade a gente pôde fazer um mergulho na fé dos nossos antepassados cristãos por meio dos personagens importantes do Antigo Testamento. No dia de ontem, 04, um mergulho na fé desses personagens do Novo Testamento, então à luz disso nós podemos olhar para a nossa própria vida, pro nosso serviço à Igreja no Brasil e a contribuição que a gente oferece como continuidade de Cristo no mundo”, afirmou.

Irmã Sandra Regina Amado, religiosa missionária Comboniana, que atua na CNBB como assessora da Comissão para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, considera que vivenciou a experiência com muito carinho. “Aqui temos a oportunidade de também encontrar a Igreja do Brasil, nós precisamos dar muito e também vamos receber. Já começamos a receber desde agora com este retiro e para mim foi muito providencial mesmo”, garantiu. 

Exercícios espirituais e missa

O retiro teve início às 14h30 de segunda, 03 de fevereiro, com meditação, adoração e oração das vésperas. Os dias sucessivos tiveram início com as Laudes às 07h30, e consecutivamente, a primeira meditação às 8h30 seguida de oração individual, hora média, vésperas e, por último, a oração do terço. No último dia, nquarta-feira, 05, o retiro foi finalizado com missa e um almoço. 

O post Presidente da CNBB prega retiro para grupo de assessores apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados