CNBB

Projeto capacita educadores da rede setorial de Políticas Públicas

O Centro Educacional Marista Irmão Rui, de Ribeirão Preto (SP), atualmente beneficia mais de 800 crianças e adolescentes. A escola faz parte do Marista Escolas Sociais que atende gratuitamente 7.700 crianças, adolescentes e jovens por meio de 20 Escolas Sociais, localizadas nas cidades de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Os alunos atendidos nas Escolas Sociais têm acesso a uma educação de qualidade e gratuita que vai desde a educação infantil até o ensino médio, além de projetos educacionais e pedagógicos que acontecem no período contrário às aulas. 

Em 2019, o Marista Escola Social Irmão Rui apresentou ao Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) um projeto de formação e capacitação para educadores e profissionais da rede setorial das políticas públicas de saúde, educação e assistência social, a partir dos objetivos permanentes da Campanha da Fraternidade, que à época tinha como tema “Fraternidade e Política Públicas”. O projeto tinha como base o eixo 01 do edital do FNS que visa a capacitação direcionada para a conscientização, formação política, participação popular, bem como para controle social que educadores e trabalhadores da rede precisam desenvolver.  

Aprovado pelo Fundo, a iniciativa buscou promover formação aos profissionais das redes de atendimento à criança e ao adolescente, tornando-se imprescindível, para superar os entraves existentes no planejamento, formulação, atendimento e acesso a políticas públicas. 

As formações aconteceram no segundo semestre de 2019, no teatro do Centro Educacional Marista Ir Rui. Foram proporcionados dois momentos, onde foram abordadas temáticas pertinentes ao fortalecimento das políticas públicas, trabalho articulado em rede. Neles aconteceram palestras, dinâmicas de grupo, e momentos para troca de experiências

Para os coordenadores do projeto, Neuzita de Paula Soares e Leandro Gabarra, o resultado mais importante do primeiro ano do projeto, com a participação do fundo, foi a perspectiva de continuidade para 2020. “Os participantes dos encontros relataram satisfação e o desejo de continuarmos esses debates, construindo, quem sabe, outras possibilidades de diálogo em rede, que colaborem para a efetivação das políticas públicas nos diversos territórios”, apontaram. 

Ainda de acordo com eles, o tema da CF 2019, fortaleceu decididamente o Projeto Motriz. “Pudemos garantir ações que não tínhamos em orçamento e especialmente pudemos agregar mais uma importante instituição na construção de um “método” de trabalho”, apontaram. 

Os coordenadores contam que, com o apoio, conseguiram reunir escolas, conselhos profissionais, unidades de saúde, conselhos tutelares, universidades e a igreja. Acreditamos que somente juntos, com os diferentes atores poderemos superar nossos desafios. É preciso ainda mais estar em saída”, fora dos nossos muros e junto com os outros, especialmente as pessoas que atendemos. Nossos alunos, seus pais, seus vizinhos, todos podem participar dessas ações que mobilizam e comprometem cada um de nós para a garantia de direitos”, finalizaram. 

O post Projeto capacita educadores da rede setorial de Políticas Públicas apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados