CNBB

Projeto garante água para 35 famílias organizadas em uma associação rural em Divisópolis (MG)

Até a instalação do projeto “Sistema de Energia Solar com Bomba de Água”, em novembro de 2019, as 35 famílias da associação rural Cabeceiras dos Borges, no município de Divisópolis (MG), no norte do Estado, dependiam de um caminhão pipa da prefeitura para ter acesso à água potável para o consumo em casa.

Esta situação mudou com a implantação de uma tecnologia social capaz de gerar energia solar com a bomba de água com recursos do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) constituído com recursos da Coleta do Domingo de Ramos, resultado da Campanha da Fraternidade de 2019. O tema da CF do ano passado foi: “Fraternidade e Políticas Públicas”.

O coordenador do projeto é o Elvis Meira, o primeiro na foto da esquerda para direita. Fotos: Arquivo pessoal.

Com o projeto, dezenas de pessoas agora têm acesso a água para o consumo diário. Segundo Elvis Scheibe Meira, coordenador do projeto, o sistema foi desenvolvido com o objetivo de atender o fornecimento de água suficiente para as 35 famílias e os moradores manterem as suas casas.

As placas, compradas numa cidade vizinha, foram instaladas num reservatório de água a partir do qual a água será bombeada para distribuição. “Só não ficou jogando água até as casas porque o projeto não previu o sistema de tubulação, mas tudo foi instalado conforme o desenho inicial”, contou o Elvis.

As 35 famílias associadas são muito agradecidas à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e ao FNS que nos apoiou na realização deste projeto cuja gestão e acesso foram muito mais fáceis que dos projetos governamentais”, disse o coordenador.

Sistema de geração de água

O sistema de energia de água por energia solar é composto por placas que absorvem a energia do sol e a transformam em energia elétrica. A energia produzida movimenta uma bomba de três cavalos que joga a água a uma altura de 120 a 800 metros de distância a uma vazão de 4 mil litros por hora.

Segundo o coordenador do projeto, o sistema funciona mais intensamente durante o dia, por ser movido a energia solar, por um período de 6 horas onde o sol é mais quente. Gerando uma média de 4 mil litros/hora durante seis horas o sistema disponibilizará 24 mil litros de água por dia. “Esta quantidade de água é suficiente para manter as 35 famílias da comunidade abastecidas com água para consumo residencial”, disse o coordenador.

O post Projeto garante água para 35 famílias organizadas em uma associação rural em Divisópolis (MG) apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados