CNBB

Em 2019, Conselho Permanente da CNBB reforçou a colegialidade na Igreja no Brasil

Espaço de construção da colegialidade entre os bispos na Igreja no Brasil, o Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) encontrou-se, em 2019, em três ocasiões para as suas 98ª, 99ª e 100ª reuniões ordinárias. O órgão, segundo o Estatuto e Regimento da entidade, é responsável pela orientação e acompanhamento da CNBB e dos organismos a ela vinculados. O Conselho Permanente, constituído pela presidência, presidentes das comissões episcopais e membros eleitos dos 18 conselhos episcopais regionais, também tem caráter eletivo e deliberativo.

98ª reunião – 26 a 28 de março

Em sua 98º reunião, realizada de 26 a 28 de março, na sede provisória da entidade, em Brasília (DF). O destaque da pauta desta edição foi a realização da 57ª Assembleia Geral da entidade, que aconteceu de 1º a 10 de maio do ano passado em Aparecida (SP). Foi analisado o texto das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) 2019-2023.

Bispos abençoam o prédio sede da CNBB, após reforma. Fotos: Assessoria de Comunicação CNBB

Os bispos também deram, na quarta-feira, 27/3, uma bênção ao prédio sede da CNBB, no Setor de Embaixadas Sul, após ter seu processo de reforma quase 100% finalizado. Os bispos que integram o Conselho Permanente também vão analisaram a conjuntura sociopolítica do Brasil bem como o texto: Orientação para a Mídia Católica, o projeto Escolas em Rede, da Associação Nacional de Escolas Católicas (Anec), as iniciativas e o planejamento do Mês Missionário Extraordinário.

O cardeal Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília, então presidente da CNBB, apresentou ao grupo as decisões e compromissos assumidos no Encontro sobre Proteção de Menores, realizado em fevereiro no Vaticano.

O Conselho Permanente emitiu, como fruto desta reunião, uma mensagem na qual demonstrou preocupação com a Reforma da Previdência – PEC 06/2019. No texto, os bispos reafirmaram que o sistema da Previdência Social possui uma intrínseca matriz ética. À época, eles também reconheceram que o sistema da Previdência precisa ser avaliado e, se necessário adequado à Seguridade Social. Alertaram, no entanto, que as mudanças contidas na PEC 06/2019 sacrificam os mais pobres, penalizam as mulheres e os trabalhadores rurais, punem as pessoas com deficiência e geram desânimo quanto à seguridade social, sobretudo, nos desempregados e nas gerações mais jovens.

99º reunião do Conselho Permanente – 26 e 27 de julho

De 25 a 27 de julho, aconteceu a 99ª reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Tratou-se da primeira reunião do Conselho Permanente após a 57ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil e contou com um quadro renovado de participantes após o processo de assembleias e eleições nacionais e nos 18 regionais.

Nesta edição da reunião, os bispos se debruçaram sobre uma extensa pauta: calendário de reuniões 2019 e 2020, eleições para as Comissões Episcopais (bispos que as integrarão), indicação para o tema da 58ª Assembleia Geral dos Bispos, a ser realizada em 2020, visitas Ad Limina – Organização por regional (visita dos bispos ao papa a cada 5 anos), projeto de Comunicação para a CNBB, Sínodo para a Pan-Amazônia, Novas comunidades, Campanha da Fraternidade 2020, entre outros.

O monsenhor Raimundo Possidônio, da arquidiocese de Belém (PA), apresentou ao Conselho Permanente, na manhã do dia 26, o Instrumento de Trabalho (Instrumentum laboris) para o Sínodo dos Bispos da região Paz-Amazônica, realizado em outubro de 2019 no Vaticano.

100ª reunião do Conselho Permanente da CNBB – 26 a 28 de novembro

100ª reunião do Conselho, a terceira e última reunião do ano, aconteceu de 26 a 28 de novembro. A reunião focou na 58ª Assembleia Geral da CNBB, que acontece de 22 a 30 de abril de 2020. Os membros do Conselho se debruçara sobre o tema central e a pauta deste que é o maior encontro eclesial realizado anualmente pela CNBB.

Ainda durante a reunião os membros do Conselho Permanente nomearam os novos assessores para as Comissões Episcopais Pastorais, entre elas a Comissão para a Juventude e a Comissão Bíblico-Catequética e demais Comissões Especiais.

Na programação também constou uma partilha dos regionais e comissões, bem como uma apresentação de um estudo sobre Espaço Litúrgico e uma conversa com os bispos que estiveram na Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônia, ocorrida em outubro deste ano.

O Conselho Permanente também aprovaram a criação do regional Leste 3, composto pelas Igrejas Particulares do Espírito Santo: a arquidiocese de Vitória (ES) e as dioceses de São Mateus, Colatina e Cachoeiro do Itapemirim. Proposta que ainda depende da aprovação da 58ª Assembleia Geral da CNBB, em abril.

Ao final desta reunião, o arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira de Azevedo, divulgou um vídeo no qual a importância do trabalho com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. “Estamos nós agora empenhados a fazer da Igreja casa da Palavra, casa do Pão, casa da Missão e casa da Caridade”, disse. E, por isso, dom Walmor salientou que os bispos escolheram como temática da 58ª Assembleia Geral da CNBB, a ser realizada em abril de 2020: “Evangelizar pelo anúncio da Palavra de Deus”.

O post Em 2019, Conselho Permanente da CNBB reforçou a colegialidade na Igreja no Brasil apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados