CNBB

Morre aos 94 anos, o bispo emérito da diocese de Iguatu (CE)

O bispo de Iguatu, dom Edson de Castro Homem, comunicou o falecimento ocorrido hoje, 9 de dezembro, em Iguatu, do bispo emérito da diocese, dom José Mauro Ramalho de Alarcón e Santiago, aos 94 anos, 70 deles dedicados ao sacerdócio. A diocese decretou luto oficial por sete dias para que as devidas honras e despedidas sejam prestadas pela população a dom Mauro. A diocese ainda não informou detalhes sobre o velório e sepultamento.

Trajetória

Dom José Mauro Ramalho de Alarcón e Santiago nasceu em Russas (CE), em 14 de maio de 1925, é bispo da Igreja Católica no Brasil, emérito da diocese de Iguatu, da qual foi o primeiro bispo diocesano. Era filho do farmacêutico José Ramalho de Alarcón e Santiago, então prefeito de Russas e de Maria Ramalho de Alarcón e Santiago.

Ingressou no Seminário Arquidiocesano de Fortaleza em 1937 e, concluindo seus estudos em Filosofia e Teologia, foi ordenado sacerdote em 5 de fevereiro de 1948. No ano seguinte, foi nomeado diretor do ginásio diocesano de Limoeiro do Norte, permanecendo neste cargo até 1954. Depois foi nomeado capelão do ginásio Marista, então um internato para meninos em Aracati. Em 1956 foi nomeado pároco da paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Aracati.

Em 13 de outubro de 1962 foi nomeado pelo papa João XXIII bispo diocesano para a recém-criada diocese de Iguatu, desmembrada da diocese do Crato. Dom José Mauro é o primeiro bispo oriundo da diocese de Limoeiro do Norte, desde que esta foi criada em 1938, e o 21º bispo nascido no Ceará. Foi sagrado bispo em 6 de janeiro de 1962 por dom Aureliano Matos, com auxílio de dom Terceiro de Sousa, bispo de Penedo, e dom Vicente Matos, bispo do Crato.

Esteve à frente da diocese por 38 anos, tendo sua resignação publicada em 26 de julho de 2000. Foi sucedido por seu auxiliar dom José Doth, falecido em 26 de novembro de 2017.

Nota de Condolências da CNBB 

Brasília-DF, 09 de dezembro de 2019

Prezado irmão, dom Edson de Castro Homem,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta seu pesar pelo falecimento de dom José Mauro Ramalho de Alarcón e Santiago, bispo emérito da diocese de Iguatu (CE), nesta segunda, 9 de dezembro. Ao senhor, aos familiares e a todo o povo de Deus desta Igreja Particular, queremos nos unir em oração e em solidariedade, fazendo memória deste nosso irmão.

Nesse momento de dor olhemos para o Cristo ressuscitado razão de nossa esperança a quem dom José Mauro seguiu e amou durante sua vida e missão.

O espírito pioneiro de dom Mauro ao instalar as bases da diocese de Iguatu e a dedicação às causas de formação de seminaristas e padres, bem como seus dons musicais são marcas inequívocas da sua passagem pela terra como pastor.

Dom Mauro participou do Concílio Vaticano 2º, sendo até então o último padre conciliar brasileiro ainda vivo. Destacamos também a sua luta em defesa das causas de Deus, com força e determinação e, por isso, é digno de ser seguido como exemplo para as novas e as futuras gerações.

Enviamos nossa saudação a todos e asseguramos as nossas orações pelo descanso eterno de dom José Mauro Ramalho de Alarcón e Santiago.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

O post Morre aos 94 anos, o bispo emérito da diocese de Iguatu (CE) apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados