CNBB

Comissão para Ação Sociotransformadora da CNBB avalia 2019 e planeja ações para 2020

Comissão Planeja ações de 2020. Fotos: Comunicação CNBB/Caio Lima

Os membros da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransformadora, incluindo todos os bispos que a integram, a Comissão Executiva e o assessor, se encontraram nesta quarta-feira, 4 de dezembro, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília para avaliar 2019 e consolidar o seu planejamento para o próximo ano.

A realização da 6ª Semana Social Brasileira ocupou grande parte da pauta dos participantes. Segundo dom José Valdecir dos Santos Mendes, presidente da Comissão, esta semana é muito importante para as pastorais e movimentos sociais. Sobre o tema, dom José adiantou que a semana vai apontar para a ideia de um “Mutirão pela Vida”, vinculando-o à Campanha da Fraternidade 2020, o que permitirá discutir por exemplo: economia, Casa Comum e ecologia integral, entre outros.

Sobre os desafios da realidade, dom José falou que há uma preocupação com a situação vivida no Brasil especialmente com a garantia dos direitos previstos na Constituição de 1988. “Estamos vendo manobras para redução dos espaços da participação social. Isto para gente é muito desafiante: os direitos estão sendo negados. Não apenas no Brasil, mas em outros países da América Latina”, avaliou.

O trabalho da Comissão, nos próximos anos, segundo o presidente, será fortalecer e estimular a ação das Pastorais Sociais e organismos da Igreja a se engajar sempre mais frente aos grandes desafios da realidade, o que incluirá fortalecer a presença dos bispos referenciais nos 18 regionais da CNBB. “Queremos sempre mais fortalecer o trabalho da Comissão, da Comissão Executiva e o papel da assessoria e a presença dos leigos e dos bispos que a integram. Isto é muito importante”, disse.

Para o 2020, a Comissão realizará, em março, um seminário para aprofundar o documento nº 105 – Igrejas e Comunidades Quilombolas. Também realizará a formação de conselheiros para maior incidência política. “ São estas as perspectivas que nos animam para continuar na busca de uma sociedade mais justa e fraterna. A gente busca refletir e a partir desta compreensão encontrar caminhos para ser uma presença cristã diante destes desafios”, disse.

A Comissão para a Ação Sociotransformadora da CNBB discutiu também na reunião a nova organização da Comissão Brasileira de Justiça e Paz, o acompanhamento aos regionais e pastorais socais, o encontro a Economia de Francisco e os desdobramentos do Sínodo para a Pan Amazônia no trabalho da Comissão.

Comissão Executiva

Membro da Comissão Executiva da Comissão para a Ação Sociotransformadora, Ormezita Barbosa, representante do Conselho Pastoral dos Pescadores, avalia como positiva a constituição da Comissão por bispos, religiosos e leigos. “Isto permite diferentes olhares, o que possibilita uma integração maior para que a gente consiga tecer leituras da realidade e a partir disto pensar ações fazer no âmbito da Comissão”, disse.

Ormezita também considera a constituição da Comissão por bispos de diferentes regiões do Brasil como algo importante porque permite ter uma olhar para as várias realidades do país.

A representante do Conselho Pastoral dos Pescadores destaca que 2019 foi um ano marcado por muitos retrocessos, especialmente do aumento da violência nas comunidades, territórios e nas cidades. O cenário, em sua avaliação, é de retirada de direitos sociais de uma forma bastante rápida.

“Isto exige da Igreja no Brasil uma postura muito crítica e muito coerente com o Evangelho de Jesus Cristo de denunciar as injustiças, dialogar com outras organizações da sociedade e promover com o povo saídas para transformar a realidade”, disse. Este movimento, segundo ela, também é necessário fazer para dentro da Igreja no Brasil.

Além do Ormezita, integram a Comissão Executiva da Comissão para a Ação SocioTransformadora: Jardel Neves Lopes, Daniel Seidel, Irmã Claudina Scapini e o assessor frei Olávio Dotto.

O post Comissão para Ação Sociotransformadora da CNBB avalia 2019 e planeja ações para 2020 apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados