CNBB

Encontro aprofunda riscos de implantanção de usina nuclear em Itacuruba (PE)

A diocese de Floresta (PE), juntamente com o Setor Sociotransformador da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) do Nordeste 2, com o apoio da Cáritas Regional Nordeste 2 e da Miserior, realizaram um grande evento na cidade de Floresta nos dias 5 e 6 de novembro sobre a possibilidade de instalação de uma usina nuclear no município de Itacuruba  (PE).

Representantes de organizações sociais e bispos de diversas dioceses participaram do encontro cujo objetivo foi foi dar voz aos seguimentos sociais e conhecer os argumentos contrários e favoráveis à instalação da usina no território de Itaparica. Na programação do encontro, constou vistas à Itacuruba (PE) para escuta de agricultores, pescadores, indígenas, quilombolas e outros seguimentos da sociedade.

Um momento marcante foi em frente à igreja da cidade onde crianças, vindas de Belém do São Francisco, fizeram uma apresentação sobre a situação das obras já realizadas com grandes impactos sociais. O evento contou com a presença do prefeito da cidade que disse não ser a favor e nem contra, revelou não ter conhecimento dos reais riscos de uma usina e está aberto a escutar e conhecer os dois lados.

O grupo também dedicou a refletir sobre desastre de Brumadinho (MG). No dia 6 de novembro, após a missa, a professora Vânia Fialho e o professor Whodson fizeram um estudo sobre os riscos da usina nuclear e fizeram a entrega do livro da Nova Cartografia Social, um boletim informativo sobre a história de Itacuruba, povos tradicionais, suas lutas e resistência.

O encontro produziu uma carta chamada “Carta de Floresta” para ser entregue às autoridades em todo Brasil, reforçando que a igreja está atenta e que sua maior preocupação é pela vida. No documento, os bispos manifestam que sentiram-se impelidos a escutar o povo de Itacuruba e da região do Sertão de Itaparica a respeito das esperanças e dos temores suscitados pelo projeto de implantação de um  complexo nuclear naquele município, à beira do rio São Francisco. “Escutar para entender, para se informar, para solidarizar-se, escutar como estilo de caminhar juntos, a fim de que todos possam ser protagonistas das suas vidas e do seu futuro”, diz o texto.

O  evento contou com a colaboração da equipe da Associação PROVIDA.

Veja a Carta Floresta aqui 

 

O post Encontro aprofunda riscos de implantanção de usina nuclear em Itacuruba (PE) apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados