CNBB

À Cúpula do Clima da ONU, Papa em vídeo-mensagem fala sobre desafio civilizacional

O Papa Francisco enviou uma vídeo- mensagem ao secretário-geral da ONU, Antônio Guterres, e aos participantes da Cúpula de Ação Climática realizada na segunda-feira, 23 de setembro, na sede da ONU, em Nova York. A reunião da qual participaram cerca de sessenta líderes, além de representantes de grandes empresas e de cidades comprometidas com o combate às mudanças climáticas.

Em sua mensagem, o Santo Padre afirma ser a mudança climática um dos fenômenos mais graves e preocupantes que a humanidade está vivendo. Para encontrar saídas a este problema, a humanidade, nas palavras do Papa, é chamada a cultivar três grandes qualidades morais: honestidade, responsabilidade e valentia.

O Sumo Pontífice fez referência ao Acordo de Paris, de 12 de dezembro de 2015, documento segundo o qual representa uma tomada de consciência da comunidade internacional da urgência e necessidade de dar uma resposta coletiva para colaborar na construção de Nossa Casa Comum.

Contudo, o Papa avaliou que, passados quatro anos daquele acordo histórico, se observa que os compromissos contraídos pelos estados são muito frouxos e estão longe de alcançar os objetivos previstos. “Frente a todas as iniciativas não só de governos como também da sociedade civil, é necessário perguntar: existe uma verdadeira vontade política para destinar recursos humanos, financeiros e tecnológicos afim de mitigar os efeitos negativos das mudanças climáticas e ajudar as populações mais pobres e vulneráveis?”

Ainda há tempo – O Papa Francisco disse que ainda há tempo e que a oportunidade para uma mudança está aberta. “Frente a humanidade do período pós-industrial que será recordada como uma das mais irresponsáveis da história, é de se esperar que a humanidade do começo do Século XXI possa ser lembrada por haver assumido com generosidade suas responsabilidades”, disse na mensagem.

O Papa pediu que os líderes mundiais atuem com honestidade, responsabilidade e valentia para colocar a inteligência a serviço de outro tipo de progresso mais sadio, mais humano, mais social e mais integral. “Que sejamos capazes de colocar a economia a serviço da pessoa humana, construir a paz e proteger o meio ambiente”, reforçou.

Para o Santo Padre, os problemas da degradação ambiental e das mudanças climáticas estão relacionados com questões da degradação humana, ética e social. Para ele, é necessário pensar nos modelos de consumo e produção e nos processos de educação e conscientização para que sejamos coerentes com a dignidade humana.

“Estamos em frente a um desafio civilizacional em favor do bem comum. Isto é claro, como também o é, que teremos uma multiplicidade de soluções que estão ao alcance de todos se adotamos no nível pessoal e social um estilo de vida que encarne a honestidade, a valentia e a responsabilidade”, reforçou em sua mensagem.

Assista ao vídeo-mensagem aqui: www.vaticannews.va

 

O post À Cúpula do Clima da ONU, Papa em vídeo-mensagem fala sobre desafio civilizacional apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados