CNBB

Patriarca Greco-Melquita participa de ordenação de bispo do rito que vai atuar em São Paulo

No próximo domingo, 22 de setembro, acontece na Eparquia Greco-Melquita Nossa Senhora do Paraíso, em São Paulo, a cerimônia de ordenação do monsenhor George Khoury. Ele foi nomeado bispo pelo Papa Francisco no dia 17 de junho. A cerimônia vai contar com a presença do patriarca Greco-Melquita, Youssef Absi.

“Primeiramente, agradeço a Deus pelo chamado a esta nova missão. A expectativa é muito grande e desafiadora para assumir a Eparquia. Esta é uma grande responsabilidade. É um enorme desafio. Através as palavras de São Paulo Apóstolo encontro-me pequeno diante da grandeza do Senhor. Somente a graça. Sim, a graça de Deus vai me fortalecer, encorajar e dar firmeza para continuar, sem desistir, a missão a mim confiada”, afirma o monsenhor George Khoury.

O monsenhor ressalta que ser bispo não é ocupar um cargo de honrarias. Para ele, assumir esta missão é, antes de tudo, ser servo à “verdade de Cristo confiada à sua Igreja”. “Esta missão é grande, pelo teor de sua imensa responsabilidade, mesmo fraco e limitado, farei o possível para tornar-me tudo para todos, pois este é o meu propósito, transcrito no meu lema episcopal: ‘Fiz-me tudo para todos’ (2Cor 9,22). Este mistério é grande”.

Em comunhão com a Igreja Católica Apostólica Romana, a Eparquia é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Greco-Melquita Católica no Brasil sendo uma das igrejas Sui Iuris. Foi instituída em 26 de maio de 1972 pelo papa Paulo VI, sendo sua Sé a Catedral de Nossa Senhora do Paraíso, na cidade de São Paulo.

De acordo com o monsenhor, o Rito Católico Bizantino não é muito conhecido no Brasil, cabe ao bispo torná-lo conhecido pela divulgação e celebração em outras Igrejas do Rito Católico Latino, pois a Igreja não é Latina, como tudo mundo pensa.

O monsenhor falou da diversidade na Igreja: “A diversidade, sim, é um caminho importante para a unidade da Igreja, pois o amor à dimensão da Igreja Católica Apostólica Romana se manifesta por uma diversidade tão grande. Isso é a beleza da Igreja: diversidade. Não a uniformidade”, disse.

Ele citou, por exemplo, a diferença entre os 12 Apóstolos. “Os 12 eram diferentes. Depois a Igreja, na sua catolicidade, se desdobra em 24 igrejas latinas e 23 orientais. Essa é a riqueza e é com isso que devemos trabalhar e viver o espírito de comunhão, de respeito e de amor”.

Esta não é a primeira ordenação do monsenhor. Ele foi ordenado no dia 25 de agosto, em cidade natal, Safita, no Estado de Tartous, noroeste da Síria. A cerimônia foi presidida pelo Patriarca Greco-Melquitas, Youssef Absi e contou com a presença de uma delegação brasileira. Além de seis bispos da Eparquia, o núncio apostólico no país, dom Mario Zenari, sacerdotes, bispos ortodoxos, autoridades e fieis.

Biografia

Monsenhor George Khoury é natural da cidade de Safita, no Estado de Tartous, no noroeste da Síria. Nascido em 1970, cursou faculdade de letras em Al-Baath Universidade-Homs, formando-se em 1992. Atuou como professor de língua inglesa nas escolas das periferias da cidade de Safita.

No final de 1994, entrou no convento de São Paulo, em Safita, onde estudou teologia de 1994 a 1998. Foi ordenado diácono em 1998 por dom Michael Yatim e sacerdote, em 1999, por dom Fares Maakaroun. Em 2000, pela autorização do patriarca Makssimos Hakim, foi enviado ao Brasil.

Desde então, atuou como pároco na catedral Nossa Senhora do Paraíso em São Paulo (SP). Em 2003, foi transferido para a paróquia de São Basílio e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Rio de Janeiro. Em janeiro de 2009, recebeu o título de monsenhor.

Possui especialização em Sagradas Escrituras e pós-graduação em Docência do Ensino Religioso pela faculdade Futura, de Votuporanga (SP).

Fotos Vatican News

O post Patriarca Greco-Melquita participa de ordenação de bispo do rito que vai atuar em São Paulo apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados