CNBB

Igreja e Missão

Dom José Gislon
Bispo de Erexim

Estimados Diocesanos! No dia 10 deste mês, foi concluída a 57ª Assembleia Geral da Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em Aparecida SP. A Assembleia, que acontece todos os anos, além de ser um encontro fraterno e de colegialidade entre os Bispos, é também um momento privilegiado para nos colocarmos na escuta de Deus, sob o olhar materno e a ternura da Virgem Maria, Mãe Aparecida, deixando que o Espírito Santo ilumine as nossas decisões e nos fortaleça na fidelidade à missão que os apóstolos receberam do Senhor Jesus: “Ide pelo mundo inteiro e proclamai o Evangelho a toda criatura!” (Mc 16,15).

Na Assembléia deste ano, foram aprovadas as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2019-2023). Elas constituem uma das expressões mais significativas da colegialidade e da missionariedade da nossa Igreja no Brasil. As novas Diretrizes nos apontam os desafios e nos envolvem num processo de missão, tendo presente “o mundo urbano atual, cuja mentalidade está presente na cidade e no campo. Este ambiente, embora marcado por contradições e desafios, é o lugar da presença de Deus, espaço aberto para o anúncio e a vivência do Evangelho”.

O anúncio do Evangelho de Jesus Cristo é a missão primeira da Igreja, lembrando que o próprio Jesus, o missionário do Pai, veio anunciar a boa nova do Reino de Deus. Mas o fez olhando a realidade da vida das pessoas que encontrou pelo caminho, tendo presente suas dores, angústias, alegrias e esperanças. Por isso, a nossa missão como Igreja, não pode estar longe da realidade da vida do nosso povo. Mesmo nos dias atuais, com tantas contradições, a missão do anúncio do Evangelho deve ser acompanhada pelo testemunho do amor caridade, que sabe ver os caídos à margem do caminho, ouvir seus lamentos, curar e enfaixar suas feridas, para que possam retomar o caminho da vida com dignidade.

Queridos irmãos e irmãs, não importa quanto tempo faz que fomos batizados. Todos nós somos convidados continuamente a renovarmos o nosso encontro pessoal com o Senhor Ressuscitado. Mas isso não acontece se não nos deixarmos encontrar por Ele, pois, a vida que Jesus nos dá é uma história de amor, uma história de vida que quer se misturar com a nossa e criar raízes na história pessoal da vida de cada um.

 

 

O post Igreja e Missão apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados