CNBB

“Escutemos o Grito que vem do Rio Juruá”, afirma Francisco Lima

O processo do Sínodo para a Amazônia tem sido de muita riqueza e esperança, e deve levar os povos da região a refletir e tentar assumir novas dinâmicas, novos caminhos, uma atitude que vai sendo assumida nos diferentes cantos. No Rio Juruá, que faz parte da Prelazia de Tefé se encontra a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, que recentemente refletia sobre o Sínodo, com a orientação de Francisco Lima, secretário-executivo do regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e assessor da REPAM-Brasil.

A assembleia foi momento para mostrar como o Evangelho deve ser inculturado na vida do povo e as celebrações, na medida em que mostram a vida cotidiana, são instrumento que ajuda a descobrir melhor a presença de Deus. Isso apareceu, segundo Francisco Lima, em um “ambiente todo preparado de forma amazônica, com canoa, frutos, e flores, um altar feito com um tronco de árvore com uma taboa onde as mulheres ribeirinhas lavam suas roupas”.

Confira a notícia na íntegra.

O post “Escutemos o Grito que vem do Rio Juruá”, afirma Francisco Lima apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados