CNBB

Libertar-se das New Addictions (Novas Dependências)

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos (RJ)

O tempo da Quaresma contém, no seu dinamismo purificador e penitencial, a proposta de libertação do pecado e dos vícios que, na vida moderna, incluem a temática das Novas Dependências.

De fato, quando absolutizamos e até ficamos reféns de instrumentos e tecnologias que podem parecer e ser, na sua origem, boas e criativas, como a Internet, Celular, o próprio trabalho (workaholic), e as que têm como referência comportamentos mais íntimos, a dependência do sexo e uma espécie muito prejudicial: a pornografia, a dependência afetiva (love addiction) e, finalmente, um cenário e uma dependência bem popular, o shopping compulsivo, ou seja, a compra compulsiva; deixamos estas tendências minar os relacionamentos familiares e sociais, tornando-nos pessoas depressivas, e somos sugados a ponto de cair na obsessão ou no esvaziamento da personalidade.

De fato, a pessoa vítima destes condicionamentos, vive para consumir, e se relaciona com os outros como objetos para serem curtidos e degustados. Mas, além de destruírem a vitalidade e os valores pessoais e referênciais, estas dependências deixam um legado destrutivo de violência, exploração e depredação do ambiente. Consumem pessoas, famílias, e geram uma convivência materialista e degradante.

A SIIPaC (Sociedade Italiana para Intervenções nas Patologias Compulsivas) mostra que estas novas dependências, apesar de não apelar para substâncias químicas, trazem um custo social muito alto, pela deterioração dos relacionamentos familiares e sociais, demandando intervenção terapêutica que leve os pacientes a reassumirem o controle das suas vidas e a humanização das tecnologias, sem cair na dependência escravizante.

Possivelmente, o nosso nível de condicionamento é, ainda, incipiente, mas seria oportuno perguntarmos: se tirassem meu celular ou meu tablet, minha vida sofreria uma crise? O meu trabalho tira todas minhas energias e me distância da família? A minha ida ao shopping só tem sentido no volume de compras, até desnecessárias? Quaresma tempo de repensar a vida, somente Deus sacia a nossa sede de amor e infinito, endeusar ou idolatrar coisas, por mais atraentes que sejam, é uma ilusão e uma maluquice. Deus seja louvado!

O post Libertar-se das New Addictions (Novas Dependências) apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados