CNBB

Arquidiocese de BH vai erguer memorial em homenagem às vítimas de Brumadinho

Um memorial em homenagem às vítimas do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, Belo Horizonte, será construído no Centro de Treinamento de Líderes Dom José Dalvit. O “Memorial Minas de Esperança” será o campanário do Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora do Rosário, cujo decreto de criação foi apresentado pelo arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira, na segunda-feira, 25, durante a bênção da pedra fundamental do local.

Projeto do Memorial Minas de Esperança

Com 20 metros de altura, o Memorial terá cinco sinos. “O Campanário se compõe de três mãos, que sustentam a cruz, a cruz que é símbolo da Arquidiocese de Belo Horizonte, e no braço dessas mãos, que sustentam os sinos, colocaremos a placa com os nomes de todas as vítimas dessa tragédia. Recordando os que já partiram, possamos trabalhar para valorizar a vida”, destacou dom Walmor, durante entrevista.

Após a bênção da pedra fundamental, os fiéis seguiram em procissão até a Igreja São Sebastião, Matriz de Brumadinho. O local estava cheio, com telões na área externa, para a missa celebrada pelo Núncio Apostólico dom Giovanni D’Aniello e concelebrada por dom Walmor e outros bispos do regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padres e diáconos.

De modo caloroso, dom Giovanni transmitiu aos fiéis a solidariedade do papa Francisco. “Eu quis também estar com vocês, presença de irmão na fé, que chora junto com todos”, disse o Núncio Apostólico. Dom Giovanni orientou os fiéis a viverem o luto. “Mas não se deixarem vencer pelo desespero, medo e angústia”. O caminho a ser seguido, conforme o Núncio, é oferecer a Deus todas as dores. “Coragem, Brumadinho. Deus está contigo!”

Ato em homenagem às vítimas – Durante a missa, muitos fiéis se emocionaram quando dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar de Belo Horizonte cantou a música de sua autoria em homenagem a Brumadinho. A mesma canção foi trilha do ato realizado para marcar um mês da tragédia, sobre a ponte do Rio Paraopeba. Pétalas de rosas brancas foram lançadas de um helicóptero sobre a cidade, em um bonito momento ecumênico.

“Juntos por Brumadinho”

Dom Sergio entregando o colete com os dizeres: “Juntos por Brumadinho” ao papa Francisco

Em encontro com as famílias vítimas da tragédia em Brumadinho, no dia 12/02, o cardeal Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília e presidente da CNBB recebeu um colete com os dizeres: “Juntos por Brumadinho”, usado por voluntários da arquidiocese e da comunidade local. Na ocasião, dom Sergio prometeu levar o colete ao papa Francisco. Nessa última viagem que fez ao Vaticano, para participar de um encontro sobre “a proteção dos menores na Igreja”, ocorrido de 21 a 24 de fevereiro, o cardeal cumpriu sua promessa.

 

Confira o vídeo de apresentação do memorial (aqui)!

Com informações da arquidiocese de Belo Horizonte

O post Arquidiocese de BH vai erguer memorial em homenagem às vítimas de Brumadinho apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Artigos relacionados