Bispos Eméritos são recordados no terceiro dia da Assembleia

Celebrando os apóstolos São Felipe e São Tiago e o terceiro dia da 57ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o bispo emérito de Mogi das Cruzes (SP) dom Paulo Antonino Mascarenhas Roxo presidiu a Celebração Eucarística desta sexta-feira (03), no Altar Central do Santuário Nacional de Aparecida (SP).

Reprodução: A12.com

Ao iniciar sua homilia, o bispo fez referência a celebração da festa dos apóstolos Felipe e Tiago que sempre traz alegria aos bispos, incluindo os eméritos, pois faz lembrar que eles também são sucessores dos apóstolos.

“Nós também pertencemos o colégio apostólicos e até acompanhamos atentos a aberturas e talvez surpresas a virem ainda do aprofundamento desejado do papa Francisco da dimensão sinodal do ministério episcopal”. 

Dom Paulo destacou a importância dos bispos eméritos e que eles têm muito a oferecer ainda ao serviço pastoral da Igreja. Ele também fez uma reflexão sobre o evangelista Marcos que fala da escolha dos apóstolos feita pelo Senhor. “Chamou a si os que ele queria e eles foram até ele e constituiu 12 para que ficassem com Ele para enviá-los a pregar e trem autoridade para expulsar os demônios”.

Segundo o bispo, muitos eméritos ainda desenvolvem trabalhos nas suas dioceses e ressaltou também o tempo que os eméritos têm para se dedicar a oração pessoal e a possibilidade e oportunidade de dinamizar a dimensão mística e contemplativa da vocação episcopal, ficar com o Cristo. “Estreitando ainda mais os laços da comunhão com o Senhor, encontrando-nos com Ele de maneira mais explícita, com mais tempo, maior frequência e profundidade. Aceitando sempre convite aberto e forte para uma verdadeira experiência do Senhor ressuscitado”, lembra.

Dom Paulo destacou ainda os encontros silenciosos e confidenciais dos eméritos com o Senhor na Eucaristia. “No segredo de nossa capela partilhamos com o Senhor nossas coisas de idosos: incômodos, doenças, limitações, dependência, um pouco de solidão, dor de se sentir esquecido e tantas outras situações da idade avançada.

Ao finalizar sua reflexão, o bispo apontou que: “ficando com o Senhor em grande intimidade o bispo emérito longe de se desanimar, sentir-se velho, bebe na fonte da paz, esperança da alegria e da juventude do Senhor. Christus vivit”, citando ainda a Exortação Apostólica pós-sinodal aos Jovens e a todo o Povo de Deus, publicada em abril de 2019.

Atualmente, fazem parte do episcopado brasileiro 171 bispos eméritos e muitos deles participam da 57ª Assembleia Geral da CNBB.

O post Bispos Eméritos são recordados no terceiro dia da Assembleia apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.