Arquidiocese de Salvador

Caminhada de Ouro: Paróquia Nossa Senhora de Lourdes completa 50 anos

Foto: divulgação

Cinco décadas de amor e de dedicação ao Reino de Deus. É com esta certeza que a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Salvador, celebra o Jubileu de Ouro neste dia 30 de maio de 2021. Localizada no fim de linha do bairro Garcia, a paróquia é formada pelas comunidades Matriz, Sagrada Família (antiga Dorotéias), Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, São José e pelo Santuário Nossa Senhora de Fátima.

A vida da comunidade paroquial teve início com uma pequena capela, que estava sob os cuidados dos jesuítas, também responsáveis pelo Colégio Antônio Vieira. “A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes tem uma história muito singular. No início era uma capela de uma pastoral do Colégio Antônio Vieira, onde teve o maior expoente o padre Hipólito, chamado carinhosamente de padre Popó. Por lá passaram muitos jesuítas, fazendo trabalhos missionários, pastorais, assistenciais de grande importância para aquela comunidade, promovendo a parte humana e a formação. Os jesuítas, realmente, têm um papel fundamental nessa paróquia, porquê, além dessas atividades pastorais, desenvolviam atividades educacionais”, conta o atual pároco da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, padre Heldo Pereira, destacando que estas atividades eram desenvolvidas em parceria com os alunos, que participavam de mutirões de reforço escolar para a comunidade do Garcia.

50 anos depois dos primeiros passos, a comunidade paroquial segue firme, forte e animada. “Atualmente a paróquia passa por uma necessidade, que é o telhado que está bastante comprometido, precisando de uma reforma urgente. Porém, os recursos da paróquia são muito escassos. Já pensando nisso, o padre Ricardo, que foi pároco, deu início a um projeto junto a Advenit, para conseguir recursos financeiros, e esses recursos estão chegando agora”, conta o padre.

Entre as inúmeras atividades já desenvolvidas e que marcaram os fiéis e os moradores do bairro do Garcia, estão visitas pastorais e missionárias, as doações de cestas básicas (atualmente para 40 famílias) e cursos profissionalizantes “A paróquia dispõe de um centro paroquial que, devido a pandemia, está sem utilização. Nós estamos pensando em fazer um convênio com o Sebrae para oferecer o espaço, para que seja possível a promoção humana, com cursos profissionalizantes. Mas, no  momento é impossível por causa da condição presencial e do momento que nós estamos sujeitos pelas exigências sanitárias em função da pandemia da COVID-19”, afirma o padre Heldo.

Neste caminhar de ouro, o padre Heldo deixa uma mensagem para os paroquianos: “Continuem da forma que a paróquia foi projetada, com entusiasmo e com muita alegria. Vemos isso claramente na ação pastoral muito ativa e intensa. O que me empolga é ver que, em um bairro de pessoas idosas, nós vemos o ‘óbulo da viúva’, aquela pessoa tão idosa que dá a sua contribuição. Esse é o testemunho que empolga qualquer cristão”, assevera o padre Heldo.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados