Arquidiocese de Salvador

Missa dos Santos Inocentes será transmitida ao vivo

[Clique na imagem para ampliar]

A Igreja celebra, no dia 28 de dezembro, a Solenidade dos Santos Inocentes, em memória às crianças que foram assassinadas a pedido do rei Herodes quando procurava Jesus recém-nascido para o matar. Neste dia, como acontece todos os anos, será celebrada a Missa, às 9h, na Igreja da Santíssima Trindade (Avenida Jequitaia, 165, Água de Meninos – próximo ao Mercado do Peixe). A Celebração Eucarística será presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha.

Devido a pandemia, pela primeira vez a Missa dos Santos Inocentes acontecerá com o número restrito de pessoas: apenas os moradores da Comunidade da Trindade poderão participar da Celebração Eucarística. Contudo, os fiéis que desejarem poderão acompanhar a Missa, ao vivo, pelo canal youtube.com/ASASalvador

Nesta Missa, que é organizada pela Ação Social Arquidiocesana (ASA), através das pastorais do Menor (Pamen), da Criança, Catequética, da Juventude e pelo Projeto Consolação, também são recordadas as crianças, os adolescentes e os jovens vítimas de violência nos dias atuais.

Ações que geram vida

Enquanto inúmeras crianças e adolescentes continuam sofrendo com a violência ou acabam tendo as vidas ceifadas, ou sentenciadas pela falta de direitos, a Igreja conta com inúmeras ações em favor da vida. Um exemplo é a Pastoral da Criança que luta diariamente pela saúde não só dos pequenos, mas de toda a família, garantido a vida por meio da redução dos quadros de desnutrição e também de controle em casos de obesidade infantil.

A Pamen também desenvolve ações que promovem a vida, como o acompanhamento de meninos e meninas em situação de vulnerabilidade social. Existe, ainda, o Projeto Consolação, que é mais um sinal de vida e leva conforto e dignidade às mães que choram a morte dos filhos. É importante destacar também o trabalho da Pastoral da Juventude que, entre as diversas atividades, luta contra o extermínio de jovens.

A Arquidiocese de Salvador também conta com o projeto Raquel, que tem como objetivo ajudar as famílias que sofreram com o aborto, seja ele espontâneo ou não. Além dessas ações, existem ainda as que são promovidas pela Infância e Adolescência Missionárias, que luta pela vida, por direitos e por dignidade; além de outras iniciativas que promovem a vida.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados