Arquidiocese de Salvador

“O amor me ensinou que…”: é possível evangelizar através da música

Crianças e adolescentes com idades entre 2 e 25 anos têm uma oportunidade única: aprender a tocar instrumentos musicais como forma de evangelização, no projeto Catequese Musical. A iniciativa faz parte das ações do Instituto Comunitário de Iniciação Musical e Arteducação Alice (ICIMA) e, em Salvador, é desenvolvida na Paróquia Espírito Santo e no espaço ICIMA, ambos em Tancredo Neves; e na Paróquia São Miguel de Cotegipe, no município de Simões Filho.

Em atividade há 15 anos, a Catequese Musical é conhecida como um serviço pastoral, educativo e social, que tem como finalidade e carisma a arte-educação, a evangelização e a propagação da cultura de paz, de modo que cada criança e adolescente compreenda que pode ser um instrumento de amor na vida uns dos outros. “Com 15 anos de atuação já temos centenas de histórias de vidas na construção desta ‘Igreja em saída’, como nos pede o Papa Francisco. Atualmente temos 150 pessoas que atuam em nossas ações, sendo 15 nas pastorais, 50 no processo educativo da fé e 75 nas ações sociais em duas paróquias de Salvador e em três cidades na Bahia”, afirma Jean Costa, fundador do ICIMA.

O desejo de aproximar as crianças do Evangelho, por meio da arte-tocada (música), teve início em 2005, quando Jean começou a utilizar os seis violões que haviam sido doados pela missionária Simone Alice, em 1996, ano em que ela foi apresentada pelo padre Maurício Abel à comunidade Santo Estevam, da Paróquia São Gonçalo do Retiro. Com o passar dos anos, o projeto foi recebendo outros instrumentos musicais e, hoje, conta com 200, divididos em cinco categorias: cordas, arcos e percussão.

“As crianças, adolescentes e jovens podem fazer parte da Catequese Musical em qualquer período do ano, pois acreditamos que, para a construção de uma nova sociedade e para a evangelização, devemos estar atentos às necessidades de cada um, respeitando o coletivo a exemplo da parábola da vinha do Senhor”, destaca Jean.

Entre os alunos da Catequese Musical está Beatriz Paixão. Atualmente aos 18 anos, Beatriz conheceu o projeto quando tinha apenas 12 anos. “Soube através de amigos. A Catequese me permitiu expressar a arte de uma forma espontânea, leve e me deu a oportunidade de ter um primeiro contato com um instrumento, além de aprimorar a música de maneira mais aprofundada”, conta.

Quem também faz parte da Catequese Musical é o jovem Danielson Augusto Santana, de 21 anos “Descobri  a mobilização musical através do meu padrinho  Thauram Martins, que também e educado na área de sopro. A catequese musical representa muito para mim. Eu amo ver o sorriso das crianças e dos jovens quando pegam um instrumento e isso me inspira a continuar buscando mais conhecimentos”, afirma.

Ficou interessado em participar? Então, veja como é simples fazer a matrícula: Em Salvador, a inscrição pode ser realizada a qualquer época do ano. Basta que o pai e/ou responsável entre em contato com a secretaria da Paróquia Espírito Santo (Tancredo Neves) através do telefone (71) 3230-9027. Já para quem mora em Simões Filho, as novas vagas são ofertadas, sempre, no mês de janeiro e o interessado deve entrar em contato pelo telefone (71) 3296-4335. Não há um valor fixo para o participante, porém as famílias podem contribuir, financeiramente, com o que estiver ao alcance de cada uma.

Nós queremos saber: Ao ler esta matéria, de que maneira você completaria a frase “O amor me ensinou que…”?

Fotos: Arquivo da Catequese Musical

O post “O amor me ensinou que…”: é possível evangelizar através da música apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados