Arquidiocese de Salvador

Cardeal Dom Sergio da Rocha presidiu a Solenidade de Corpus Christi na Catedral Metropolitana Transfiguração do Senhor

Devido à pandemia, apenas 50 pessoas participaram da Missa na Catedral; Celebração Eucarística foi transmitida, ao vivo, pelas redes sociais e pela Rede Excelsior de Comunicação

Este ano, diferente dos anos anteriores, a tradicional procissão de Corpus Christi, que percorre as ruas do centro da cidade, não aconteceu. Dentro da Catedral, apenas 50 pessoas puderam participar, presencialmente, da Missa que foi presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha. Para quem não pôde entrar no templo, a Celebração Eucarística foi transmitida, em tempo real, pelas redes sociais da Arquidiocese de Salvador (Facebook e Instagram) e pela Rede Excelsior de Comunicação (AM 840 e FM 106,1).

Apesar do número reduzido de fiéis, devido à pandemia ocasionada pelo coronavírus, Jesus continuava e continua presente no Santíssimo Sacramento. “A celebração de Corpus Christi, que ordinariamente deveria ocorrer com uma procissão pelas ruas, lembra-nos que a fé em Cristo não deve ficar somente no coração ou dentro das nossas igrejas. Precisamos ser cristãos dentro e fora dos templos. É preciso viver e testemunhar a fé nos diversos ambientes e situações da sociedade, a começar da própria casa e das redes sociais”, afirmou Dom Sergio durante a homilia [Clique aqui e confira a homilia na íntegra].

Da porta da Catedral, Dom Sergio abençoou a cidade do Salvador

O Cardeal destacou, ainda, que, além do COVID-19, as pessoas também sofrem com a violência. “A vida e a dignidade das pessoas são continuamente violadas de muitos modos, provocando tanta dor. Nós cremos em Jesus na Eucaristia! Por isso, nós cremos na força da comunhão; nós cremos na vitória do amor sobre o ódio, da misericórdia sobre a vingança, do perdão sobre o ressentimento, da paz sobre a violência.  Quem participa da Eucaristia não pode se deixar levar pela agressividade. Quem crê na Eucaristia jamais alimente o ódio e a violência”, disse.

Após a Comunhão, o Santíssimo Sacramento foi exposto para adoração. De joelhos, os fiéis que estavam na Catedral agradeceram a Deus e suplicaram pelo fim da pandemia. Em seguida, Dom Sergio conduziu o ostensório pela nave central do tempo até a porta, de onde abençoou a cidade do Salvador.

Texto e fotos: Sara Gomes









































 

O post Cardeal Dom Sergio da Rocha presidiu a Solenidade de Corpus Christi na Catedral Metropolitana Transfiguração do Senhor apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados